Brasil participará da inauguração do primeiro instituto de pesquisas para terapias psicodélicas do mundo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Brasil é um dos países com maior número de estudos sobre substâncias psicodélicas (Foto: Reprodução Galileu/Ilustração: Rodrigo Damati)

Curadoria e edição Sechat, com informações de Canex

Uma equipe global de pesquisadores lançou um instituto de pesquisa pioneiro que desenvolverá medicamentos psicodélicos projetados para o tratamento de vários transtornos mentais e outras condições médicas.

De acordo com um comunicado , a rede está sediada em Melbourne, Austrália, e conta com um investimento planejado de pelo menos AUS $ 40 milhões de dólares em cinco anos.

O recém-lançado Instituto Psychae é a primeira rede global colaborativa do mundo para pesquisa psicodélica e envolverá pesquisadores líderes de organizações como o King’s College London, a Universidade de Toronto, a Universidade de Zurique e a Universidade Federal do Rio Grande no Brasil.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

O centro sem fins lucrativos avançará com estudos pré-clínicos e clínicos de psicodélicos, incluindo produtos inspirados na ayahuasca (um composto psicoativo derivado de uma espécie de cipó sul-americana).

Além disso, o instituto explorará uma gama de tratamentos emergentes para transtornos de saúde mental, incluindo aqueles que aproveitam a psilocibina (de cogumelos ‘mágicos’), MDMA e outras substâncias psicoativas.

O Co-Diretor do Psychae Institute, Professor Associado Daniel Perkins, disse:

É um momento empolgante para a pesquisa em psicodélicos, com um corpo crescente de evidências científicas rigorosas indicando que essas substâncias podem fornecer uma nova classe potente de tratamentos para distúrbios de saúde mental e possivelmente outras condições médicas.

Daniel Perkins

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

“Hoje, muitas pessoas com problemas de saúde mental estão tomando conhecimento dessa pesquisa e, em desespero, estão acessando a psilocibina no mercado negro ou voando para países como o Peru para usar a ayahuasca em ambientes não clínicos.

“A oportunidade significativa para nós do Instituto Psychae é aumentar significativamente as evidências científicas e clínicas que apóiam o uso seguro desses compostos como terapias para, eventualmente, obter o registro de medicamentos junto aos reguladores globais, incluindo a US Food and Drug Administration (FDA).” Reforça o pesquisador.

Estima-se que as doenças mentais custem à economia mundial cerca de US $ 2,5 trilhões por ano em 2020, e estudos recentes mostraram os primeiros sinais de que a saúde mental diminuirá ainda mais devido à pandemia de COVID-19.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

A pesquisa do Instituto Psychae visa desenvolver novos medicamentos psicodélicos de grau farmacêutico e modelos de tratamento psicoterapêutico associados como tratamentos médicos registrados que podem se tornar uma opção de tratamento adicional dentro dos serviços de saúde convencionais.

O desenvolvimento de medicamentos psicodélicos está programado para começar este ano com os fabricantes farmacêuticos locais, e os estudos clínicos devem começar no início de 2022.

O Co-Diretor do Psychae Institute, Professor Jerome Sarris, disse:

O lançamento do Psychae Institute é verdadeiramente um marco mundial para a pesquisa em psicodélicos, com potencial para transformar vidas. Nunca antes uma colaboração desta escala foi estabelecida entre alguns dos principais pesquisadores psicodélicos do mundo.

Jerome Sarris

“Há uma prevalência tão alta de transtornos mentais em todo o mundo, com 800 milhões de pessoas sofrendo de doenças mentais. A pesquisa que realizamos dará uma nova esperança e mais opções para esses indivíduos.”

Se tem interesse em saber mais sobre o mundo dos psicodélicos e seus tratamentos medicinais, a dica Sechat de hoje é o documentário “Terapia Psicodélica” com direção de Guilherme Marques e que conta um pouco sobre como as drogas como LSD, MDMA (“ecstasy”) e cogumelos mágicos, podem ser usadas nesse contexto clínico.

Acompanhe:

Confira outros conteúdos sobre psicodélicos publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese