Novo estudo prevê que o mercado de CBD alcançará US$ 20 bilhões até 2024

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Pinterest/CBD Herbalist)

Traduzido do site Loud Cloud Health

O mercado de CBD conquistou as mais diversas indústrias – de beleza, alimentos e bebidas a produtos farmacêuticos para humanos e animais de estimação, gerando grandes manchetes ao longo do caminho.

Há apenas um ano, o banco de investimentos Cowen & Co., com sede em Nova York, divulgou um estudo em que previa que o mercado de CBD poderia atingir US$ 16 bilhões em receita até 2025. No entanto, desde a publicação deste estudo, os produtos de maconha e CBD tornaram-se amplamente aceitos e mais integrados à sociedade em geral.

O último estudo realizado pela BDS Analytics e pela Arcview Market Research, líderes em pesquisas sobre maconha , projeta que o mercado de CBD poderia alcançar e até ultrapassar US$ 20 bilhões em 2024.

Por que a diferença?

Como é que existe uma discrepância tão grande em tão pouco tempo entre esses dois estudos? Bem, um fator importante – o estudo da BDSA leva em consideração não apenas os produtos CBD vendidos em dispensários e produtos farmacêuticos licenciados, mas também o varejo geral do mercado; que inclui farmácias, mercearias, cafés e tabacarias. O novo estudo também descobriu que, desde 2014, as vendas de produtos em dispensários cresceram a taxas ainda mais rápidas do que as vendas gerais em dispensários.

Com todas as mudanças recentes, a BDSA também prevê que as vendas de CBD poderão ocorrer em breve nas lojas em geral, não só nos dispensários, enquanto continuam as vendas em outros canais também. Isso também pode levar a uma taxa de crescimento anual de 49% até 2024 e uma receita de US$ 49 bilhões para canabinoides, incluindo produtos THC.

A vice-presidente de insights de consumidores da BDS Analytics, Jessica Lukas, explica que, ao conduzir pesquisas para o estudo, eles também tiveram que examinar as interações entre os dispensários e os canais gerais do mercado. Primeiramente, eles fizeram isso para avaliar se a disponibilidade do produto CBD no mercado é incremental para compras em dispensários, se os substituirá ou se levaria a uma maior aceitação da Cannabis legal.

Outra parte desafiadora da pesquisa foi estimar o tamanho do mercado por canal e categoria, pois a maioria dos produtos vendidos no mercado em geral não pode ser rastreada. Apesar disso, a BDSA acredita que um grande número dessas categorias não rastreáveis, como beleza, pele, alimentos, doces, bebidas, etc., crescerá exponencialmente.

Embora as projeções da BDSA façam todo o sentido, o mercado de CBD está constantemente mudando; portanto, a única maneira de saber se elas estão certas é esperar e ver o resultado.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese