Organizações do Reino Unido se unem para desenvolver uma robusta indústria da cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
A nova organização tem quase cem membros, que colaboraram para definir e manter a prática padrão-ouro da indústria (Foto: Reprodução/Canex)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Canex (Roland Sebestyén)

Um novo órgão da indústria do Reino Unido, o Cannabis Industry Council (CIC), foi lançado hoje (2) para definir padrões e impulsionar mudanças significativas no setor de cannabis medicinal do Reino Unido. É a primeira vez que o setor em crescimento se unificou por meio de um órgão da indústria de cannabis verdadeiramente representativo e homogêneo.  

A nova organização tem quase cem membros. Todos trabalharam além de seus objetivos organizacionais individuais e colaboraram para definir e manter a prática padrão-ouro da indústria.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

O órgão possui seis subgrupos: Padrões de Qualidade, Lobby Parlamentar, Pesquisa, Responsabilidade Ambiental e Social e Cânhamo. O CIC pede, sobretudo, que os pacientes sejam mais bem apoiados pelo setor e que o governo reduza a burocracia que restringe o crescimento da indústria.

De clínicas, grupos de acesso de pacientes e médicos a seguradoras e produtores licenciados, o Conselho reúne organizações, empresas e grupos de trabalho distintos. O convite de adesão foi estendido a representantes do Home Office, do Departamento de Saúde e do NHS England. Isso ocorreu na esperança de fortalecer os laços entre a indústria da cannabis e o setor público do Reino Unido. 

Um dos primeiros atos do Conselho será organizar uma mesa redonda. Os principais órgãos públicos e privados do Reino Unido serão convidados a discutir como o país pode desenvolver uma indústria robusta de cannabis que melhora drasticamente o acesso dos pacientes e estimula a economia pós-pandemia.

A burocracia para acessar os medicamentos foi uma das motivações para a criação do Conselho

O lançamento do Conselho vem na sequência de apelos renovados ao governo para reduzir a burocracia que prejudica a indústria.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

De acordo com um relatório lançado pela Maple Tree e Mackrell.Solicitors no mês passado, o mercado de cannabis medicinal poderia valer 2 bilhões de euros. Além disso, pode criar quase 100.000 empregos e transformar o acesso dos pacientes, caso o governo altere suas leis e regulamentos desatualizados sobre o setor. 

Com a participação do governo, do NHS e do Home Office, o Conselho da Indústria de Cannabis espera estabelecer, sobretudo, uma prática padrão ouro sobre como o setor deve operar.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

“Colaboração e harmonia são componentes cruciais para o avanço de qualquer setor. E, sobretudo, isso também é necessário no espaço da cannabis. Somente aproveitando a maior amplitude de conhecimento e oferecendo uma voz a todas as organizações do setor, podemos gerar uma mudança real”, conforme afirma Kate Thorpe, Coordenadora do Conselho da Indústria da Cannabis.

“Não se deve esquecer que na raiz da indústria estão adultos e crianças muito doentes que, mesmo tendo a sorte de receber uma receita de cannabis medicinal, enfrentam altos custos e longos tempos de espera. Mas, infelizmente, suas vozes muitas vezes se perdem dentro de outros órgãos da indústria. O Conselho dará aos pacientes, empresas e órgãos públicos uma voz igual”, diz Thorpe.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Confira outros conteúdos sobre o mercado da cannabis publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese