Como o CBD ajuda as pessoas com isquemia diabética

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Pessoas com diabetes correm um alto risco de desenvolver outras doenças crônicas, especialmente doenças cardiovasculares. A isquemia, que é a consistente falta de sangue em órgãos, como cérebro, coração, fígado ou qualquer outro, pode ocorrer gradualmente em pessoas diabéticas. Os especialistas em saúde chamam isso de isquemia silenciosa porque raramente é detectada até que seja tarde demais.

Às vezes, é possível sofrer de isquemia mesmo sem diabetes e vice-versa. Pesquisadores brasileiros de saúde descobriram que a isquemia cerebral pode levar à demência e à doença de Parkinson.

Ter diabetes e isquemia é uma condição difícil que pode realmente afetar sua saúde. Mas a boa notícia é que o CBD oferece alívio significativo. Não é uma cura definitiva, mas é uma solução perfeita para gerenciar sintomas e facilitar toda a situação.

Óleo CBD e produtos CBD

Para quem não sabe, o CBD é um dos compostos únicos mais potentes do mundo atualmente. É um produto das plantas de Cannabis, principalmente cânhamo e maconha. Embora a maconha seja usada há séculos como maconha medicinal, é apenas nos últimos anos que os especialistas em saúde começaram a entender bem o CBD.

Hoje, o mercado é inundado com óleo CBD e produtos fabricados com CBD. Mas antes de fazer qualquer tentativa de usar o CBD, não deixe de entender como ele funciona.

Benefícios do CBD para isquemia diabética
– Redução da dor nas articulações e nos nervos: as pessoas diabéticas sofrem de dor quando os órgãos começam a se danificar. Com isso, vem um efeito negativo sobre o sistema nervoso, o que agrava ainda mais a dor. Depois de tomar uma dose recomendada de CBD, essa condição começa a melhorar. Estudos de saúde mostraram que pessoas diabéticas que tomam CBD regularmente raramente se queixam de dores nas articulações e nos órgãos. Eles também mantêm a isquemia afastada
– Redução da inflamação: todas as doenças crônicas afetam os glóbulos brancos e todo o sistema imunológico. Isso causa inflamação e até impede que o sangue atinja certas áreas do corpo. Óleo de CBD, extrato, tinturas e produtos infundidos com CBD vêm em auxílio dessas pessoas.
– Promove o fluxo sanguíneo – com diabetes, o sangue pode não atingir alguns órgãos, levando à isquemia. Isso cria a possibilidade de doenças cardiovasculares como derrame. Além dos órgãos danificados que bloqueiam o fluxo sanguíneo, o colesterol alto pode aumentar a pressão sanguínea e danificar os vasos sanguíneos. O CBD pode ajudar no gerenciamento disso. O CBD regula a pressão sanguínea de uma maneira excelente.

Precauções a serem tomadas

Sofrer de isquemia diabética é uma grande ameaça para a saúde e a vida de alguém. Todos devem tomar todas as medidas necessárias para gerenciar e até curar essa condição. No entanto, tomar CBD ou qualquer outro medicamento sem precauções não é recomendado.

O primeiro passo é procurar ajuda médica de um especialista. Felizmente, alguns médicos podem ter conhecimento suficiente para recomendar a dose ideal e até onde comprar os melhores produtos CBD.

Se você decidir usar o CBD como sua solução, o que deve ser feito de qualquer maneira, verifique se você é consistente e se é monitorado por um especialista em saúde. O CBD pode ser usado junto com a maioria dos outros medicamentos.

Leia a matéria na íntegra aqui

E veja como conseguir seu óleo aqui

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES
ASSINE NOSSA NEWSLETTER