Canabinote lança plataforma para prescrição de cannabis medicinal baseada em ciência

A validação científica da plataforma conta com a participação do Dr. Alysson Muotri, neurocientista e diretor científico da plataforma

Publicada em 04/05/2024

capa
Compartilhe:
WhatsApp Image 2024-05-07 at 08.48.15.jpeg
Flávia Vilhena França

A empresa Canabinote anunciou o lançamento de uma plataforma inovadora voltada para a prescrição de tratamentos com cannabis medicinal, baseada em rigorosos critérios científicos. A iniciativa, liderada por Flávia Vilhena França, Engenheira Florestal com vasta experiência em pesquisa, visa oferecer uma nova abordagem para o cuidado da saúde e do bem-estar.

Segundo Flávia Vilhena França, sócia-proprietária da Canabinote, a ideia da plataforma surgiu de sua paixão por plantas medicinais e do crescente interesse no potencial terapêutico da Cannabis no Brasil. "Saber qual a formulação e a dose ideal para cada situação passou a ser o meu maior desafio", afirma Flávia. Assim, ela desenvolveu uma matriz científica inspirada em um modelo metodológico testado em seu  mestrado, organizando informações científicas em três níveis de abordagem: mecanismos de ação, formulações e concentrações.

A prescrição guiada pela ciência é o principal diferencial da plataforma. Segundo Flávia, ao selecionar uma condição clínica, o usuário é direcionado para uma jornada científica com esses três níveis de abordagem, todos validados por estudos científicos. "Na medida em que o prescritor avança nessas etapas, ele poderá filtrar a sua busca, sendo que todas opções de escolhas são validadas por estudos científicos, disponíveis para consulta", explica. Ao final, uma lista de fármacos é exibida ao prescritor, reunindo todas as opções de tratamento que atendem aos critérios validados pela respectiva jornada científica.



Clique aqui e faça sua inscrição na plataforma:



Flávia destaca que a  ferramenta de suporte oferecida pela Canabinote, visa aumentar a assertividade no tratamento, embora seja crucial que o prescritor esteja atento às variáveis clínicas do paciente, garantindo a individualização do tratamento.

Além da prescrição, a plataforma oferece uma ferramenta de acompanhamento do paciente, onde este pode fornecer indicadores para avaliação do tratamento pelo médico, favorecendo o sucesso terapêutico. "Ao aderir ao monitoramento, o paciente passa a fornecer indicadores que permitirão ao médico avaliar o tratamento e identificar a necessidade de ajustes", explica Flávia.

Nossa expectativa é que a plataforma agregue confiança tanto aos médicos quanto aos pacientes, oferecendo prescrições embasadas em fundamentos científicos, segundo Flávia. Para acessar a plataforma, médicos e interessados podem se cadastrar gratuitamente através do site da Canabinote, que durante o período de lançamento não cobrará pela adesão. Flávia ressalta que para os médicos, há também a possibilidade de participar de um período de teste gratuito, embora os detalhes deste período ainda não tenham sido divulgados.


Como as marcas podem participar?

As marcas interessadas podem se cadastrar diretamente pelo site da Canabinote e submeter seus produtos a uma avaliação de conciliação com as jornadas científicas da plataforma. Uma vez validados, os produtos estarão aptos para serem publicados na plataforma. Esse serviço está sujeito a uma cobrança, cujos detalhes podem ser consultados no site da Canabinote.

Requisitos para participação:

1 - Estar legalmente habilitado para representar a marca em questão.
2 - Possuir licença válida para todas as etapas da cadeia produtiva.
3 - Estar legalmente autorizado para a comercialização do produto.
4 - Dispor de um Certificado de Análise (COA) do produto, emitido há no máximo cinco meses.

Os benefícios para as marcas ao participarem incluem a validação científica dos produtos e sua disponibilidade para um público-alvo mais amplo através da plataforma.

 

Um elemento essencial na validação científica da plataforma é a contribuição de um renomado neurocientista, que atua como diretor científico da Canabinote
 

WhatsApp Image 2024-04-15 at 12.50.53.jpeg
Alysson Muotri


Um ponto-chave na validação científica da plataforma é a participação do Dr. Alysson Muotri,  neurocientista e Diretor Científico da Canabinote. Segundo Flávia, Muotri tem contribuído significativamente para o desenvolvimento da plataforma, fornecendo suporte na validação das jornadas científicas e enriquecendo a curadoria de artigos científicos.

Durante a Medical Cannabis Fair, nos dias 23,24 e 25 de maio no Expo Center Norte onde a Canabinote fará seu lançamento, a empresa estará presente com dois totens digitais, permitindo que os visitantes naveguem pela plataforma e esclareçam dúvidas com a equipe. A participação na feira representa uma oportunidade estratégica para promover o negócio no mercado da cannabis, reunindo profissionais prescritores e representantes de produtos em um mesmo espaço.

Com a plataforma Canabinote, a expectativa é não apenas expandir o conhecimento sobre a cannabis medicinal, mas também "promover uma abordagem mais segura e embasada cientificamente para o seu uso terapêutico", conclui Flávia.