A principal razão pela qual as pessoas com fibromialgia optam pela cannabis medicinal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
A fibromialgia costuma ser acompanhada por fadiga e alterações no sono, na memória e no humor. (Foto: Reprodução)

Curadoria e edição Sechat, com informações de Canex

Um novo estudo descobriu que os pacientes com fibromialgia tendem a escolher a cannabis medicinal para melhorar os problemas de sono e outros sintomas desagradáveis.

De acordo com ‘Fatores associados à redução da dor e melhoria do bem-estar entre pacientes com fibromialgia que usam cannabis medicinal’, estudo publicado no American College of Rheumatology, mostra que pessoas com fibromialgia estão cada vez buscando para a cannabis medicinal como alternativa terapêutica.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

O que é fibromialgia?

A fibromialgia é o segundo problema crônico reumatológico mais comum – estima-se que 3-6% da população mundial sofra dessa doença.

Lady Gaga é uma das celebridades que sofre com os transtornos provocados pela Fibromialgia, que a tem feito cancelar vários shows. (Foto: Reprodução/Twitter)

Em um documentário comovente sobre a luta das pessoas com a dor crônica, o Dr. Mikael Sodergren da Sapphire Clinics disse: “A fibromialgia é uma condição difícil de diagnosticar. Não temos um exame de sangue que diga que alguém tem fibromialgia”.

É um diagnóstico que muitas vezes se faz a partir da descrição dos sintomas que o paciente apresenta. Está associado a alguma fraqueza muscular, mas pode afetar muitas partes do corpo.

Dr. Mikael Sodergren

A fibromialgia é caracterizada por dor prolongada e fadiga. Ela também afeta cerca de 150 milhões de pessoas em todo mundo. No entanto, o tratamento para a doença permanece bastante duvidoso, com muitos pacientes sendo prescritos opiáceos altamente viciantes.

É aqui que a cannabis medicinal entra em cena. De acordo com vários estudos dos últimos anos, embora os opiáceos muitas vezes não consigam mitigar os sintomas de forma eficaz, muitos pacientes relatam uma mudança positiva após a administração da cannabis medicinal.

O Dr. Sodergren acrescentou: “A dor crônica é um problema real para muitas pessoas. Com a cannabis, um novo tipo de medicamento que funciona de maneira completamente diferente de qualquer outra coisa que temos, temos uma nova arma para combater alguns dos problemas relacionados à doença.”

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

O que este novo estudo diz?

As descobertas deste estudo recente também apóiam o potencial da cannabis medicinal como um auxílio para aqueles com fibromialgia. Os entrevistados relataram “melhora significativa” na sensibilidade à dor e no bem-estar após o início do tratamento medicamentoso com a planta.

De acordo com os pesquisadores, uma chamada “análise de mediação multinível” subsequentemente revelou que as reduções na intensidade da dor foram mediadas por reduções nos afetos negativos (ou seja, ansiedade, depressão) e problemas de sono.

As melhorias no bem-estar foram mediadas por reduções no afeto negativo e na intensidade da dor. A cannabis medicinal foi continuada por 74%, 58,8%, 39,6% e 23,1% dos pacientes com fibromialgia nos pontos de tempo de três, seis, nove e 12 meses, respectivamente.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Surpreendentemente, porém, a probabilidade de descontinuação do tratamento era maior entre os pacientes com níveis mais elevados de dor e afeto negativo, mas não estava relacionada ao grau de melhora desses sintomas ao longo do tratamento medicamentoso com cannabis.

Em conclusão, os autores disseram: “Nossas descobertas sugerem que as reduções no afeto negativo e problemas de sono são contribuintes importantes para melhorias na intensidade da dor e bem-estar entre pacientes (fibromialgia) que usam (cannabis medicinal).

“A descontinuação do tratamento foi mais comum entre aqueles com maiores níveis de dor e afeto negativo, mas não estava relacionada à melhora dos sintomas.

“Essas descobertas são um movimento em direção à medicina de precisão nas recomendações da cannabis medicinal para o tratamento da fibromialgia.”

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese