Como tratar a dor nas articulações com Cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Embora o CBD e o THC certamente não possam assumir a totalidade de um regime de controle da dor, os estudos sobre tratamentos com cortisona estão trazendo mais luz às conversas sobre a Cannabis.

De dores nas articulações aos efeitos frequentemente debilitantes da artrite, as injeções de corticosteróides têm sido uma dificuldade no controle da dor e da inflamação para os quase 30 milhões de americanos que sofrem de osteoartrite (OA). Com novas pesquisas mostrando os efeitos de longo prazo de um dos tratamentos mais usados ​​para OA, médicos e pesquisadores estão preocupados com os riscos das injeções e os riscos potenciais envolvidos com a cortisona. 

>>> Na próxima semana, Sechat traz a Cannabis medicinal para o centro do debate no Medical Talks Live

Um estudo da Universidade de Boston publicado este mês descobriu que os pacientes que receberam o medicamento por injeção encontraram um risco de “progressão acelerada da OA ou eventos articulares adversos após o tratamento”. Ou seja, quando um paciente foi tratado para osteoartrite com uma injeção de cortisona, pode ter acelerado a progressão da doença, incluindo complicações, destruição articular e perda óssea. 

>>> Se plantio de Cannabis for aprovado, preço de medicamento no mercado deve ficar 50% mais barato

Curiosamente, o estudo descobriu que certas condições preexistentes, como idade avançada e raça caucasiana, pareciam aumentar ainda mais o risco para o resultado. Os pesquisadores recomendaram a pré-triagem de ressonância magnética antes das injeções serem administradas para identificar melhor a área e descobrir se o perigo poderia ser avaliado com precisão antes da dose ser administrada. 

Compreendendo o efeito da Cannabis na OA

Muito citado e usado para inflamação e dor nas articulações, a Cannabis e o óleo de CBD têm ajudado não apenas nas condições de dor crônica, mas também no controle dos sintomas da OA. Em um estudo de 2018 publicado na Current Opinion in Pharmacology , os pesquisadores afirmaram que há um crescente corpo de evidências científicas que apoiam o potencial analgésico dos canabinoides para tratar a dor da OA. Para mergulhar mais fundo, a Dalhousie University em Nova Scotia descobriu que, como a dor da OA é multifacetada, a Cannabis pode ajudar a acionar o próprio sistema endocanabinoide (ECS) do corpo para bloquear os receptores da dor e potencialmente oferecer alívio. 

>>> Cannabis medicinal e cânhamo poderão gerar US$ 3 bi em investimentos

Embora o CBD e o THC certamente não possam assumir a totalidade de um regime de controle da dor, estudos como o realizado sobre os tratamentos com cortisona estão trazendo mais luz às conversas sobre Cannabis e CBD e oferecendo menos estigmatização, o que abre a porta para uma melhor educação. 

Fonte: informações do site The French Toast

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese