Estudo brasileiro revela que óleo de cannabis é um tratamento eficaz para a fibromialgia

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Os ataques de dor, um dos principais sintomas da doença, também foram reduzidos (Foto: Reprodução/High Times/Shutterstock)

Em um estudo recente, os pesquisadores brasileiros Carolina Silva Chaves, Paulo Cesar Bittencourt e Andreia Pelegrini descobriram que o óleo de cannabis pode ser um tratamento eficaz para pacientes com fibromialgia.

O estudo “Ingestão de óleo de cannabis rico em THC em pessoas com fibromialgia: um ensaio clínico randomizado, duplo-cego e controlado por placebo” foi realizado com pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) no Centro de Saúde do Monte Cristo, em Florianópolis/SC, e publicado na semana passada na revista Pain Medicine.

>>> Estudo revela que quase metade dos pacientes com Esclerose Múltipla usam Cannabis medicinal

Para conduzir o estudo, os pesquisadores testaram a eficácia de um óleo de cannabis em 17 mulheres com fibromialgia (FM), uma síndrome de dor crônica caracterizada por dor musculoesquelética generalizada e fadiga. Os pacientes foram tratados por um período de oito semanas com óleo de cannabis rico em THC. A dose inicial era de uma gota por dia, com aumentos subsequentes da dosagem de acordo com os sintomas. A dose média para aqueles no grupo da cannabis foi de 3,6 gotas por dia, equivalente a um total de 4,4 miligramas de THC e 0,08 miligramas de CBD por dose.

Os pacientes foram separados em dois grupos, sendo que um deles recebeu óleo de cannabis, enquanto os membros do outro grupo receberam um placebo. O Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ) foi aplicado nos momentos pré e pós-intervenção e em cinco visitas durante oito semanas. Os pesquisadores relataram que o impacto da intervenção na qualidade de vida dos participantes do grupo cannabis foi evidente, resultando em relatos de bem-estar e mais energia para as atividades da vida diária. Os ataques de dor também foram reduzidos.

Primeiro estudo Gold-Standard

Os pesquisadores afirmaram que, até onde sabem, este é o primeiro ensaio clínico randomizado para demonstrar os benefícios do óleo de cannabis – um extrato de planta inteira rico em THC – nos sintomas e na qualidade de vida de pessoas com fibromialgia.

>>> Pacientes que usam Cannabis medicinal para Deficit de Atenção usam menos medicamentos prescritos, revela estudo

“Concluímos que os fitocanabinoides podem ser uma terapia de baixo custo e bem tolerada para o alívio dos sintomas e melhora da qualidade de vida desses pacientes, e sugerimos que essa terapia possa ser incluída como uma opção de fitoterápicos para o tratamento dessa condição no sistema público de saúde brasileiro”, apontaram os autores.

Por causa do impacto que a fibromialgia pode ter na saúde dos pacientes e da necessidade de medicamentos eficazes e acessíveis para tratá-los, os pesquisadores recomendaram mais pesquisas para estudar a cannabis como um tratamento para a doença.

“Considerando os danos a longo prazo causados ​​pela fibromialgia e o efeito que pode ter sobre os indivíduos, suas famílias, comunidades e o sistema de saúde público, parece necessário estudar terapias alternativas, de baixo custo e bem toleradas que ajudem os pacientes a recuperar seu bem-estar e qualidade de vida”, afirmam os pesquisadores no artigo. “O presente estudo tem como objetivo avaliar o impacto que o óleo de cannabis – um extrato de planta inteira rico em THC – pode ter sobre os sintomas e a qualidade de vida dos indivíduos afetados pela fibromialgia.”

>>> Cannabis medicinal pode ser tratamento auxiliar para Parkinson

Paul Armentano, o vice-diretor da Organização Nacional para a Reforma das Leis da Maconha (NORML), comentou a pesquisa em um comunicado na sexta-feira.

“A demonstração de segurança e eficácia neste modelo padrão-ouro é significativa. Milhões de americanos sofrem de fibromialgia – uma condição que tende a ser mal controlada por medicamentos convencionais. Essas descobertas clínicas indicam que, para muitos desses pacientes, as preparações de cannabis derivadas de plantas podem ser uma alternativa segura e eficaz”, disse Armentano.

Fonte: Com informações de AJ Herrington/High Times

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese