Carnaval consciente: práticas de redução de danos

Médica dá dicas para os foliões evitarem maiores transtornos durante os festejos

Publicada em 08/02/2024

capa
Compartilhe:

O Carnaval é uma época de celebração, alegria e diversão, porém, para garantir que a festa seja verdadeiramente memorável, é fundamental prestar atenção à redução de danos. Por isso, a convite do portal Sechat, a médica psiquiatra Débora Tavares oferece valiosas recomendações que visam não apenas maximizar a diversão, mas também garantir a segurança e o bem-estar de todos os foliões. Confira as dicas da especialista.

 

WhatsApp Image 2024-02-08 at 10.07.24.jpeg
Débora Tavares é médica graduada pela UFES (Universidade Federal do Espírito Santo) em 2008 e com residência em Psiquiatria pelo IMPP RJ (Instituto Philippe Pinel) concluída em 2013. Especializou-se em medicina da dor em 2015. Desde 2019, estuda as substâncias psicodélicas e a cannabis medicinal, com participação em coletivo de redução de danos em festas e na gestão de projetos da Associação Psicodélica do Brasil (APB). 

 

Cuidados com o ambiente e companhias 

Além de se atentar ao consumo de álcool e outras substâncias, é crucial considerar cuidados ligados ao ambiente festivo. Utilizar protetor solar e chapéu para se proteger do sol, escolher cuidadosamente suas companhias, programar momentos para descanso e alimentação são medidas indispensáveis. Carregar preservativos consigo é igualmente essencial, lembrando sempre que um "não" é um "não". 

Procedência e uso de substâncias psicoativas 

Para aqueles que optam por utilizar substâncias psicoativas, cuidar da procedência é primordial. Evitar bebidas alcoólicas falsificadas, cigarros ou vapes de nicotina de qualidade duvidosa é crucial, pois podem conter substâncias tóxicas. Adquirir testes colorimétricos para verificar a pureza das substâncias é recomendado. Informações detalhadas sobre cada droga podem ser encontradas em fontes confiáveis, como a página do coletivo ResPire. 

Atenção especial para combinações perigosas 

A moderação é a chave para qualquer substância psicoativa, assim como evitar misturas que possam aumentar os riscos. Manter-se alimentado antes do uso de estimulantes, garantir hidratação adequada e evitar misturar diferentes tipos de substâncias são práticas que reduzem significativamente os riscos à saúde. 

Algumas combinações de psicoativos são especialmente perigosas e devem ser evitadas a todo custo. O consumo de álcool juntamente com outras substâncias sedativas pode resultar em consequências graves. Combinar álcool e cocaína, assim como maconha com psicodélicos, por exemplo, são práticas de alto risco e podem resultar em problemas mais graves. 

Busca por auxílio médico em caso de emergência 

Em caso de qualquer problema decorrente do uso de substâncias psicoativas ou se observar alguém precisando de ajuda, é crucial buscar assistência médica imediata. Dirigir-se a uma unidade de pronto atendimento ou acionar o Samu pelo telefone 192 são medidas que podem salvar vidas. 

Conclusão 

A celebração do carnaval pode ser uma experiência verdadeiramente incrível quando acompanhada de responsabilidade e cuidado. Seguir as recomendações de redução de danos garantem que a festa seja não apenas divertida, mas também segura e saudável para todos os foliões. 

bem-estar
comportamento