Pacientes com dor crônica afirmam melhoras nos sintomas após uso de cannabis medicinal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
No Reino Unido, as atitudes públicas em relação à cannabis medicinal estão rapidamente se tornando mais liberais, muitas vezes resultando em melhor acesso aos medicamentos à base de cannabis (Foto: Alex Green/Pexels)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Canex (Emily Ledger)

As causas diretas das condições de dor crônica muitas vezes não são totalmente compreendidas, tornando-as difíceis de tratar com eficácia. No entanto, analgésicos prescritos, como opioides, são frequentemente prescritos para pacientes com dor crônica, apesar da crescente incerteza quanto à sua eficácia e alto risco de abuso e dependência.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

Opioides e dor crônica

De acordo com um estudo de 2012, mais de 948 mil indivíduos na Escócia (18% da população) foram prescritos opioides – o mais comum sendo a codeína, seguido por tramadol e morfina. A prescrição de analgésicos opioides geralmente estava associada ao relato de dor crônica.

Esses números são preocupantes quando se leva em consideração os altos riscos de abuso e dependência dos opioides. Sobretudo, cerca de 4% a 6% das pessoas que fazem uso indevido de opioides evoluem para a heroína.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Esses números alarmantes estão levando muitos pacientes com dor crônica a rejeitar analgésicos opioides e abraçar opções alternativas de tratamento, como a cannabis medicinal.

Evidências para tratamento medicinal com a cannabis

Além da tendência observada na Escócia, que provavelmente foi acelerada pelo acesso deficiente a serviços especializados do NHS, há um crescente corpo de evidências que sugere que a cannabis medicinal pode ser uma alternativa viável aos medicamentos opioides para o tratamento da dor crônica.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Um ensaio randomizado, duplo-cego e controlado por placebo concluiu que Nabilone – um medicamento sintético de cannabis – “parece ser uma opção de tratamento benéfica e bem tolerada para pacientes com fibromialgia (uma condição de dor crônica comum), com benefícios significativos no alívio da dor e melhoria funcional.”

Além disso, outro estudo revelou que, embora nenhuma mudança significativa tenha sido observada nas intensidades da dor entre os pacientes com dor crônica, os participantes mostraram um aumento significativo nos escores de qualidade de vida. Esse foi um achado importante, pois os analgésicos opioides costumam estar associados a menores escores de qualidade de vida.

O futuro da cannabis medicinal para a dor crônica

As atitudes públicas em relação à cannabis medicinal estão rapidamente se tornando mais liberais. Muitas vezes, isso resulta em melhor acesso aos medicamentos à base de cannabis. No entanto, pelo menos no Reino Unido, ainda há um longo caminho a percorrer.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

À medida que mais pacientes procuram abraçar o potencial alternativo da cannabis para a dor crônica, no entanto, isso começará a mudar.

Confira outros conteúdos sobre os benefícios da cannabis medicinal publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese