Startup acha brecha na lei e abre a primeira clínica de Cannabis medicinal da Índia

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Por Izabela Borges*

Apesar da maconha aparecer nos sagrados Vedas (antigas escrituras indianas) e de Nova Delhi, a capital do país, ser uma das cidades com o maior número de consumidores de Cannabis do mundo, a maconha é proibida na Índia.

Mas isso não parece ser um problema para os responsáveis pela inauguração da primeira clínica de Cannabis medicinal do país.

A Hempcann Solutions, uma startup do estado indiano de Odisha, escolheu a cidade de Bangalore para abrir uma clínica que, além de ser um centro de pesquisa, também venderá comprimidos e óleos da planta, da marca Vedi.

Você dever estar se perguntando como é possível abrir uma clínica de Cannabis num país onde a maconha é proibida.

Bem, isso se dá pelo fato de que a lei NDPS (Narcotic Drugs and Psychotropic Substances) proíbe essencialmente as flores e a resina da planta, mas as plantas de cânhamo ou folhas e sementes da Cannabis são isentas. Portanto, essa brecha na lei indiana possibilitou a instalação da clínica.

*com supervisão

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese