Budtender, profissão do mercado da Cannabis oferece curso no Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
“Eu gosto quando os budtenders são amigáveis, bem informados e não apressam você." Relata cliente de um dispensário canadense ao portal Leafly. (Foto: Reprodução/420careers)

Curadoria e edição Sechat, com informações de Folha

“O budtender é uma mistura de farmacêutico com vendedor. O profissional precisa conhecer muito bem os remédios para dar explicações e orientar o cliente na hora da compra. “O mesmo acontece com o universo da Cannabis”, diz a brasileira radicada no Canadá, Luna Vargas, 37, ao explicar a função deste profissional, ainda pouco conhecido, e o curso que oferece.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Luna Vargas (Foto: Reprodução/Folha)

O consumidor sabe o quanto ajuda ser atendido por alguém bem informado na hora da compra. Na cidade de Toronto, por exemplo, há várias butiques de Cannabis, luxuosas e modernas, que ficam lotadas de canadenses e turistas, de todas as idades. Desde 2001, o país permite a maconha medicinal e, a partir de 2019, o comércio recreativo.

Apesar da curiosidade, despertada por anos de proibição, que lotam as lojas, muitos clientes ficam perdidos diante de tanta variedade da planta e seus derivados. “A grande parte dos brasileiros ainda não tem acesso a uma Cannabis de qualidade”, diz Vargas.

Essa percepção sobre a falta de conhecimento ganhou mais relevância quando Vargas foi trabalhar em um dispensário na British Columbia, no oeste do Canadá, região internacionalmente conhecida pela produção da Cannabis – assim como a Toscana (Itália) é identificada pelos vinhos e Sevilha (Espanha) pelas laranjas.

Ela se empregou, no Village Bloomery, negócio que surgiu do desejo da proprietária em oferecer CBD às mulheres, que sofriam de cólica menstrual.

“Eles têm um diferencial bem grande aqui, antes da legalização, já faziam parte da cultura canábica local. Conhecem a fundo a história da planta. Sabem o que vendem e isso, nem sempre acontece no estado canadense de Ontário”.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Dispensário de cannabis no Canadá (Foto: Getty Images)

Foi na British Columbia que Vargas montou o primeiro curso de budtenders e, segundo ela:

Ele não é um profissional que se limita ao balcão. O lojista também precisa saber selecionar os fornecedores e mercadorias para que os negócios progridam.

Luna Vargas

No curso da Infloreweb, organizado por Vargas, o aluno aprende a analisar os produtos, o perfil dos terpenos (aromas) de cada um dos canabinoides, o relacionamento entre médico e paciente, noções de mercado, além da parte científica e jurídica. “O budtender faz o link entre a indústria e o consumidor. Trata-se de uma função essencial do mercado”, resume Vargas.

Atualmente, a maioria dos cursos oferecidos no país é voltado para médicos. A Unifesp (Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo), por exemplo, está entre as entidades que criou um curso especial de Cannabis medicinal. O Hospital Oswaldo Cruz tem uma pós graduação latu sensu. Isso sem falar nos cursos de final de semana, montado para ajudar médicos a entender melhor essa ciência. Recentemente, surgiram aulas para advogados.

Diferente das cursos que foram montados até agora, o de budtender apresenta uma nova profissão ao mercado nacional. Esse é apenas um pequeno sinal do quanto a Cannabis pode contribuir para a criação de novos postos de trabalho. A Infloreweb, em breve, montará a quarta turma, mas ainda não há informações sobre o custo.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Se interessou pelo assunto? Então fique ligado pois na próxima terça-feira dia 21/09 receberemos Danilo Lang, idealizador e criador da plataforma CannabisEmpregos.com.br, primeira do Brasil a ofertar vagas de emprego na área canábica.

Danilo é paulistano com 36 anos, formado em marketing e com especializações em Gestão de Negócios e Liderança. Estuda o setor há 8 anos, onde viu a oportunidade de aliar o que gosta, ou seja, o ramo da cannabis, com uma demanda de mercado pouco comum.

Fundada em janeiro de 2021 e com lançamento oficial em abril do mesmo ano, o objetivo da plataforma é conectar profissionais e empresas do ramo cannábico em um ambiente dedicado para o setor.

Ficou curioso? Não perca mais essa super Live Sechat, que vai ao ar todas as terças-feiras as 19hrs pelo instagram @sechat_oficial. Nos vemos lá!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese