Pessoas que fazem uso da cannabis precisam de mais anestesia durante uma cirurgia e mais medicamentos para se recuperarem

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Os autores compararam usuários de cannabis a não usuários quanto à quantidade de anestesia que os pacientes receberam durante a cirurgia (Foto: Anna Shvets/Pexels)

Pesquisas não publicadas apresentadas na Anesthesiology 2020 Annual Meeting mostram que o uso anterior de cannabis pode interferir no efeito da anestesia durante uma cirurgia e está associado ao aumento da dor e ao maior uso de opioides no pós-cirurgico.

Cerca de 120 pacientes que foram submetidos a cirurgia no Hospital da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, com fraturas nas pernas foram comparados com base no uso ou não de cannabis antes da cirurgia.

>>> Como a cannabis medicinal pode ajudar a tratar os sintomas da esclerose múltipla

Os autores compararam usuários de cannabis a não usuários quanto à quantidade de anestesia que os pacientes receberam durante a cirurgia, escores de dor relatados pelos pacientes e dosagem de opioides usada durante a recuperação.

Um quarto dos pacientes que relataram usar cannabis antes da cirurgia precisou de mais anestesia, disse que sua dor piorou durante a recuperação e usou 58% mais opioides por dia quando estavam no hospital do que os não usuários.

>>> “Precisamos entrar no século 21”, diz Bacellar, da Verdemed, sobre a regulação da Cannabis medicinal no Brasil

“Agora entendemos que os pacientes que usam opioides cronicamente antes da cirurgia costumam ter respostas exageradas à dor e precisam aumentar a medicação após a cirurgia porque possuem uma tolerância maior”, disse o doutor Ian Holmen, principal autor do estudo e residente em anestesiologia. “Especulamos que o uso de cannabis pode causar um efeito semelhante, mas precisamos de mais pesquisas para determinar se este é o caso.”

Embora os anestésicos sejam geralmente seguros, o aumento da necessidade de anestesia pode representar riscos para idosos e pacientes com doenças crônicas, como diabetes.

>>> Como a cannabis afeta os hormônios que controlam o apetite e o estresse?

Uma limitação deste estudo é que a quantidade de cannabis usada, a frequência de uso e o conteúdo de canabinoide dos cultivares usados ​​não foram relatados. Como resultado, conclusões sobre os efeitos relativos do uso de THC ou CBD – ou ambos – antes da cirurgia não puderam ser feitas.

“Este estudo mostra que é importante para os pacientes informarem ao seu médico anestesiologista se eles usaram produtos de cannabis antes da cirurgia para garantir que recebam a melhor anestesia e controle da dor possível, incluindo o uso de alternativas não opioides”, disse o doutor Holmen. “Isso também confirma que mais pesquisas são necessárias para entender como a cannabis afeta a dor.”

Fonte: James Hale/Marijuana Business Daily

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese