Biotech brasileira desenvolve medicamento a base de CBD R$ 1,5 mil mais barato

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
A nova formulação é fruto de mais de quatro anos de pesquisa e foi selecionada a partir de testes com mais de 50 fórmulas para participar do International Cannabinoid-Derived Pharmaceuticals Summit (ICDP); comparada à geração atual de medicamentos, ela aumenta em até duas vezes a concentração de CBD que chega ao sangue

A Entourage Phytolab, pioneira no desenvolvimento de medicamentos à base de cannabis no Brasil, apresenta nesta quarta-feira (16) os resultados dos testes de Fase 1 de uma fórmula que permite produzir medicamentos à base de canabidiol mais eficientes. O anúncio ocorre durante o International Cannabinoid-Derived Pharmaceuticals Summit (ICDP), evento internacional de pesquisa e desenvolvimento de cannabis medicinal.

>>> Pais conseguem o direito de importar sementes de maconha para o tratamento da filha

A nova formulação é fruto de mais de quatro anos de pesquisa da biotech sediada em Valinhos, em São Paulo, e foi selecionada a partir de testes com mais de 50 fórmulas. Comparada à geração atual de medicamentos, ela aumenta em até duas vezes a concentração de CBD que chega ao sangue. De acordo com Caio Santos Abreu, CEO da Entourage, na prática esse ganho de eficiência poderá ser repassado aos pacientes, barateando os tratamentos atuais com canabinoides no Brasil em até 60%. Hoje, o preço médio de um remédio à base de CBD é de R$ 2,5 mil.

“O investimento em inovação é essencial para tornar os tratamentos com produtos de cannabis mais acessíveis. Essa é a missão da Entourage Phytolab e estamos muito felizes de completar essa fase”, diz Santos Abreu. “Além de beneficiar os pacientes, essa fórmula também nos dá uma vantagem competitiva relevante em um mercado que sofre com a falta de diferencial nos produtos.” As formulações usadas pela Entourage tiveram patentes solicitadas em 2018.

>>> Sechat apresenta panorama completo e atualizado sobre Cannabis medicinal no Brasil e no mundo

Além da vantagem com a maior absorção, os resultados da fase 1 mostram que a fórmula reduz a variação dos efeitos do medicamento entre diferentes pacientes. “Em geral, os tratamentos à base de canabinoides produzem efeitos diferentes de paciente para paciente”, afirma Manuel De Prá, head de pesquisa e desenvolvimento da Entourage Phytolab e responsável pela pesquisa. “A variabilidade dos nossos resultados é três vezes menor do que a dos produtos disponíveis no mercado atualmente. É um grande avanço, que dá mais confiança aos médicos na hora de prescrever.”

Além do tratamento de epilepsia, o medicamento de CBD também tem sido indicado para o tratamento de dores crônicas, ansiedade, autismo, Parkinson e Alzheimer, entre outras doenças. De acordo com a consultoria The New Frontier Data, o Brasil tem atualmente mais de 3,4 milhões de pacientes que podem se beneficiar do uso medicinal da cannabis. Já o relatório publicado pela Global Market Insights, Inc. mostra que o tamanho do mercado de canabidiol deverá ultrapassar 89 bilhões de dólares em receita até 2026.

>>> Representantes de Israel e Canadá defendem tentativa brasileira de regulamentar uso medicinal da maconha

Os resultados recém divulgados da fase 1 confirmaram os dos testes pré-clínicos e agora o medicamento avançará para as etapas finais de testes. As vendas em farmácia devem começar em 2021, por meio de autorização sanitária para produtos de Cannabis, conforme regulamentação da Anvisa vigente desde março.

Sobre a Entourage Phytolab

A Entourage Phytolab é uma biotech brasileira pioneira na pesquisa e desenvolvimento de medicamentos à base de cannabis. Fundada em 2015, a empresa mantem um time de P&D em seu laboratório em Valinhos (SP) que está criando uma nova geração de medicamentos canabinoides, capazes de baratear os custos dos tratamentos atuais em até 60%. Os primeiros produtos chegarão ao mercado em 2021 e serão usados para tratamentos de problemas como epilepsia, dores crônicas, dor oncológica, insônia e artrite.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese