Maior fábrica de cânhamo da América vai gerar mil empregos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com a presença do presidente Lacalle Pou, a maior fábrica de processamento de cânhamo medicinal da América Latina foi inaugurada na localidade saltenha de Colônia Garibaldi, no Uruguai. O empreendimento possui quase 5.000 m², capacidade de produção de até 20 toneladas por dia e possibilidade de geração de até mil empregos diretos e indiretos. O governo tem interesse em aprofundar o desenvolvimento do setor, enfatizou o ministro da Indústria, Energia e Minas, Omar Paganini. 

Acompanhado também da embaixadora do Canadá, Joanne Frappier, e do Secretário da Presidência, Álvaro Delgado, o presidente da República, Luis Lacalle Pou, percorreu as instalações do novo empreendedorismo, propriedade da empresa canadense Boreal. Também participaram o secretário adjunto da Presidência, Rodrigo Ferrés, o presidente da empresa, Gonzalo Aguiar, e o chefe da fábrica, Carlos Portillo.

>>> A importância da Cannabis para a saúde e a economia brasileira é o tema de painéis promovidos pelo Sechat no dia 16

O Uruguai deve apostar em empreendimentos como este, que unem a produção agrícola às potencialidades históricas do país e à capacidade de agregar valor e gerar empregos de qualidade, disse Paganini.

Ele salientou que o Governo tem um interesse especial em aprofundá-los, uma vez que permitem a geração de empregos na área e na indústria, bem como desenvolvimentos científicos e tecnológicos de ponta. Nesse sentido, destacou que é um mercado em expansão no qual o Uruguai pode ocupar um lugar estratégico.

>>> Senador espera que Uruguai seja pioneiro mundial na indústria do cânhamo

Há um ano e meio a empresa se prepara para o desenvolvimento do negócio, que envolve uma unidade de secagem com boas práticas de fabricação (GMP, pela sigla em inglês de “boas práticas de fabricação”), de alto desempenho para o aproveitamento do cânhamo industrial, explicou Aguiar.

Portillo acrescentou que é a maior fábrica da América Latina, com quase 5 mil metros quadrados e capacidade de processamento de até 20 toneladas de cânhamo por dia, em 5 secadores importados. O empreendimento vai possibilitar a geração de cerca de mil empregos diretos e indiretos. As instalações têm 50 hectares dedicados à colheita e depósito de acabamento.

>>> Uruguai planeja exportar 50 toneladas de Cannabis para Europa, EUA e Canadá

Fonte: informações do site da Presidência do Uruguai

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese