Acupuntura e Cannabis Medicinal: Sinergia para o bem-estar

Estudos revelam mecanismos fisiológicos comuns que potencializam a cura

Publicada em 12/06/2024

Compartilhe:
capa

A acupuntura, um componente vital da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) e o uso medicinal da cannabis, uma prática que remonta a milênios, têm demonstrado em estudos recentes que suas abordagens, embora diferentes, compartilham mecanismos fisiológicos comuns que potencializam a cura e o bem-estar.

A acupuntura envolve a inserção de agulhas finas em pontos específicos do corpo para desbloquear e equilibrar o fluxo de qi (energia vital), promovendo a saúde e aliviando a dor, explica Jou Eel Jia, formado e medicina oriental e Fundador e Membro do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA).

Em entrevista ao portal no Congresso Brasileiro da Cannabis Medicinal, o médico destaca a evolução da terapia canabinoide, fazendo uma relação das dificuldades enfrentadas por ambas as alternativas de tratamento ao longo dos anos. Acompanhe:


Veja a entrevista durante a MFC24

 

 

Estudos demonstram que a acupuntura pode ser mais eficaz que a morfina no alívio da dor aguda, sugerindo um efeito além do placebo, mesmo em culturas onde a crença na acupuntura não é predominante.

Por outro lado, o sistema endocanabinoide (SEC), descoberto na década de 90, é fundamental para a homeostase do corpo, regulando diversas funções biológicas. A cannabis contém fitocanabinoides como THC e CBD, que interagem com o SEC para produzir efeitos terapêuticos, desde o alívio da dor até a redução da inflamação e a melhora do bem-estar mental.

Pesquisas indicam que a acupuntura pode ativar o SEC, elevando os níveis de endocanabinoides como a anandamida, e influenciar receptores canabinoides como o CB1 e CB2, gerando efeitos analgésicos e anti-inflamatórios. Isso sugere que tanto a acupuntura quanto a cannabis promovem a autocura do corpo ao restaurar o equilíbrio e aliviar tensões.

Um exemplo é a eletroacupuntura, que tem mostrado aumentar os níveis de endocanabinoides, melhorando a analgesia e o controle de sintomas cardiovasculares através da modulação de neurotransmissores como o GABA. Além disso, ambas as terapias têm se mostrado eficazes no manejo de sintomas de abstinência de álcool e no tratamento de condições crônicas como artrite e dermatite.

 

close-up-hand-holding-acupuncture-needle.jpg
A acupuntura é uma prática da medicina tradicional chinesa que usa agulhas em pontos específicos do corpo para corrigir desequilíbrios na energia. | Foto: Freepik

 

A combinação de acupuntura e terapias baseadas em canabinoides oferece uma abordagem poderosa para o tratamento de diversas condições de saúde, potencializando os efeitos terapêuticos e promovendo um equilíbrio holístico do corpo e da mente. Este alinhamento entre antigas tradições de cura e a ciência moderna está pavimentando o caminho para tratamentos mais eficazes e personalizados, validando as práticas ancestrais com evidências científicas robustas.