Veja como a Cannabis ajuda no alívio da depressão

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A maconha tem sido usada para tratar a depressão ao longo da história. Em 1621, o clérigo inglês Robert Burton recomendou seu uso em seu livro The Anatomy of Melancholy, enquanto médicos na Índia, durante o mesmo período, a usavam ativamente para tratar a depressão de seus pacientes.

A Cannabis é uma alternativa de trabalho mais rápido aos antidepressivos que estimula o sistema endocanabinoide e acelera o crescimento e o desenvolvimento do tecido nervoso, com pouco ou nenhum efeito colateral problemático.

Este remédio natural oferece aos pacientes paz de espírito e combate ao estresse, melhorando o humor, fornecendo energia e foco, aliviando a ansiedade, induzindo a fome e combatendo a insônia.

Os consumidores ocasionais ou diários de Cannabis apresentam níveis mais baixos de sintomas depressivos do que os não usuários, segundo um estudo de 2006 .

Pesquisadores da Universidade McGill, em Montreal, descobriram que o THC em baixas doses pode servir como antidepressivo e produz serotonina – mas também descobriram que altas doses de THC podem piorar os sintomas da depressão. Sabe-se que os canabinoides THC e CBD exercem efeitos sedativos, antidepressivos e antipsicóticos nos consumidores.

O University Medical Center Utrecht, na Holanda, divulgou a maconha como uma cura para a depressão e outras doenças mentais após a realização de um estudo que descobriu que o THC pode alterar a resposta a imagens ou emoções negativas, ativando o sistema endocanabinoide no cérebro. Outro estudo vinculou o uso de maconha à melhoria da função cognitiva em pessoas que sofrem de transtorno bipolar.

Mais pesquisas precisam ser feitas, mas enquanto o governo federal norte-americano continuar classificando a maconha como uma droga do Anexo I, a pesquisa continuará limitada. Além disso, a depressão não é uma condição qualificada na maioria dos estados para obter uma recomendação sobre a maconha. No entanto, sabemos que o estresse é uma das principais causas da depressão, e o uso moderado de maconha parece aliviar o estresse e estabilizar o humor.

Samir Haj-Dahmane, cientista sênior da Universidade do Instituto de Pesquisas sobre Vícios, de Buffalo, que estuda estresse e depressão crônicos, concorda: “O estresse crônico é uma das principais causas da depressão”, diz Haj-Dahmane. “O uso de compostos derivados da maconha pode colaborar na restauração da função endocanabinoide, que ajudar a estabilizar o humor e aliviar a depressão.”

Leia a matéria na íntegra aqui

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese