Como a cannabis pode auxiliar no tratamento da enxaqueca

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Estresse, tensão muscular cervical e até mesmo o jet lag também causam episódios de enxaqueca que podem incapacitar algumas atividades (Foto: Reprodução/Nación Cannabis)

A enxaqueca crônica diminui a qualidade de vida das pessoas que sofrem dessa patologia, pois estímulos sensoriais do dia a dia (como luzes, aromas ou ruídos altos) geram dores intensas. A cannabis pode ser um tratamento para essa doença.

Estresse, tensão muscular cervical e até mesmo o jet lag também causam episódios de enxaqueca que podem incapacitar algumas atividades. A dor pode se manifestar com perda de sensibilidade, náuseas ou distúrbios visuais.

>>> Participe do grupo do Sechat no WhatsApp e receba primeiro as notícias

Os medicamentos usados ​​para profilaxia e tratamento da enxaqueca são eficazes em alguns pacientes, mas ineficazes em outros. Como muitos medicamentos, seu uso e abuso causam efeitos adversos.

Um estudo de novembro de 2019 publicado no The Journal of Pain relatou que a cannabis pode reduzir a intensidade da enxaqueca e da dor de cabeça em 50% e, embora a tolerância possa aumentar, o uso de cannabis não exacerba a dor de cabeça com o tempo.

Cannabis: eficaz contra a enxaqueca?

Um estudo retrospectivo de 2019 publicado na Neurology descobriu que 88,3% de uma amostra de 279 pacientes apresentou redução da cefaleia após o uso de cannabis. Mais da metade dos pacientes relatou uma diminuição na frequência e 38,3% relataram melhorias no sono, enquanto que 50% não tiveram complicações para reduzir o consumo.

>>> Sechat oferece serviço gratuito para pacientes e médicos prescritores de Cannabis medicinal

O sistema endocanabinoide contra a enxaqueca

De acordo com Jim Polston, doutor em Neurociência e Diretor Científico da Helius Therapeutics, a cannabis estimula o sistema endocanabinoide, que diminui as dores de cabeça da enxaqueca. “Há evidências crescentes de que este sistema pode reduzir diretamente a dor quando ativado por canabinoides naturais ou cannabis medicinal em pacientes”, disse Polston.

A cannabis pode ajudar a reduzir a inflamação da dura-máter (tecido que protege o cérebro) e minimizar a liberação de citosinas pró-inflamatórias. “A anandamida é um dos dois canabinoides produzidos pelo cérebro e está associada à redução da inflamação e à ativação dos centros de dor”, explicou Polston.

A doutora Debra Kimless observa que a cannabis é mais eficaz quando aura – refere-se às sensações observadas um pouco antes da dor de cabeça começar – está presente. “Os pacientes que tratei com cannabis têm um tremendo sucesso na redução e eliminação do início agudo dos sintomas da enxaqueca, especialmente se puder ser administrado quando eles apresentarem os primeiros sintomas”, disse ele.

>>> Como a cannabis medicinal pode tratar a dor crônica?

Cannabis como profilaxia e como tratamento para enxaquecas

“As enxaquecas têm uma origem multifatorial, muitos gatilhos e sintomas”, disse Polston. A cannabis é um poderoso anti-inflamatório, analgésico e antiemético. Além disso, possui efeitos ansiolíticos, portanto seu uso pode ser útil no tratamento de enxaquecas induzidas por estresse.

Dosagem de canabinoides

A maioria dos estudos concentra-se na administração oral e inalatória. “Embora sejam necessários mais métodos de comparação de pesquisa, podemos teorizar a partir das pesquisas atuais que o uso de cannabis oral pode ser suficiente e deve ser tentado primeiro para evitar o fumo”, aconselhou Polston.

No entanto, alguns pacientes podem achar a inalação útil para uma redução mais rápida da dor, pois o início dos efeitos é mais rápido.

A inalação e a via oral não são os únicos métodos. Para Kimless, “a administração sublingual também funciona com sucesso, é rápida, eficaz e discreta”, explica.

>>> Estudo mostra que a Cannabis fornece alívio para 9 entre 10 pacientes com enxaqueca

O estudo do Journal of Pain de 2019 afirma que diferentes concentrações de THC e CBD não afetam a eficácia. No entanto, outra pesquisa recente descobriu que as pessoas com enxaqueca preferem cepas híbridas com alto THC e baixas concentrações de canabinoides. Isso ocorre porque o THC tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antieméticas mais poderosas.

Kimless observa que os efeitos individuais variam – em algumas pessoas eles funcionam bem, mas em outras podem não ser tão eficazes. Assim, o alívio oferecido pelo THC é depende da dose empregada. Polston acrescentou que os terpenos terapêuticos, flavonoides e fitocanabinoides, também presentes na cannabis, podem potencializar o alívio da enxaqueca.

O uso e o abuso de medicamentos antienxaqueca frequentemente causam dependência e cefaleia. Vários estudos, incluindo uma revisão de 2018, sugerem que a cannabis pode reduzir e até mesmo substituir essas drogas.

Fonte:Leilani Diaz/Nación Cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese