Amazon vai parar de testar seus trabalhadores para a cannabis e criará lobby no Congresso americano pela legalização federal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
A mudança de um dos maiores empregadores dos Estados Unidos levará a uma redução significativa no número de trabalhadores no país que enfrentam a perspectiva de serem demitidos simplesmente por usarem cannabis em casa quando não estão trabalhando (Foto: Reprodução/Rhino Times)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Marijuana Moment (Tom Angell)

A Amazon afirmou na terça-feira (1°) que interromperá o teste de drogas de muitos de seus trabalhadores para a cannabis e, em vez disso, irá “tratá-la como o uso de álcool”. Também está se juntando formalmente ao movimento em apoio à legalização da cannabis e fará lobby ativamente no Congresso em apoio à legislação para acabar com a proibição federal.

“No passado, como muitos empregadores, desqualificamos as pessoas de trabalhar na Amazon se eles testassem positivo para o uso de cannabis. No entanto, considerando como as leis estaduais estão mudando nos EUA, mudamos o curso”, afirmou a Amazon.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

A Amazon agora “não incluirá mais a cannabis em nosso abrangente programa de triagem de drogas para quaisquer cargos não regulamentados pelo Departamento de Transporte e, em vez disso, a tratará da mesma forma que o uso de álcool”. Entretanto, a empresa continuará a fazer verificações de deficiência no trabalho e fará testes para todas as drogas, incluindo cannabis e álcool, após qualquer incidente.

Sobretudo, a mudança de um dos maiores empregadores dos Estados Unidos levará a uma redução significativa no número de trabalhadores no país que enfrentam a perspectiva de serem demitidos simplesmente por usarem cannabis em casa quando não estão trabalhando.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Lobby no Congresso americano

Além de instituir a mudança, a Amazon também fará lobby no Congresso para aprovar um projeto de lei que legalizaria a cannabis federalmente. O projeto foi presentado na semana passada pelo presidente do Comitê Judiciário da Câmara, Jerrold Nadler (D-NY).

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

“Como sabemos que esta questão é maior do que a Amazon, nossa equipe de políticas públicas apoiará ativamente a Lei de Reinvestimento e Expurgo de Oportunidades de Maconha de 2021 (Lei MORE). Essa legislação federal legalizaria a cannabis em nível federal, eliminaria registros criminais e investiria nas comunidades impactadas”, conforme afirma a postagem da empresa. “Esperamos que outros empregadores se juntem a nós e que os legisladores ajam rapidamente para aprovar esta lei.”

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Nos últimos anos, a Amazon enfrentou ações judiciais de trabalhadores que foram demitidos por usar cannabis medicinal de acordo com a lei estadual.

Confira outros conteúdos sobre o mercado da cannabis publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese