XP Investimentos lança fundo de Cannabis com aplicação mínima de R$ 500

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Foto: Divulgação/XPI

À medida que a ciência avança cada vez mais na comprovação irrefutável sobre os benefícios à saúde gerados por alguns produtos medicinais com base na Cannabis e seus derivados, também cresce proporcionalmente o interesse de investidores por tentar se aproveitar e lucrar com essa revolução, que pode multiplicar o faturamento do setor por algumas dezenas nos próximos anos.

Isso dependerá muito não só da velocidade do avanço das pesquisas, mas principalmente da regulação sobre o tema nos principais países que exploram sua comercialização, com destaque para os Estados Unidos, referência para todos os países no que tange a negócios.

Dentre as principais aplicações medicinais dos produtos dessa indústria, são famosos aqueles com aplicações para tratamento de epilepsia, câncer e controle de dores, dentre outros.

Estima-se que o mercado global de Cannabis possa crescer em torno de 20% ao ano nos próximos 5 anos, pelo menos, com consequente potencial relevante de valorização para as empresas do setor.

Como acessar esse mercado?

Buscando dar aos investidores brasileiros a oportunidade de se expor a esse mercado ainda incipiente, mas muito promissor (ainda que cercado de grandes riscos regulatórios), a XP criou o veículo de alocação Trend Cannabis FIM.

Destinado a Investidores em Geral, o Trend Cannabis investirá, de maneira passiva, num “ETF” (um fundo que é negociado em bolsa) listado nos Estados Unidos chamado ETFMG Alternative Harvest ou, resumidamente, “MJ” (seu código na bolsa de valores).

Gerido pela empresa ETFMG, trata-se, atualmente, do maior e mais líquido ETF ligado ao setor de Cannabis nos Estados Unidos.

ETF MJ

O fundo investe globalmente em ações de empresas relacionadas direta ou indiretamente com o processo de cultivo legal, produção, marketing ou distribuição de produtos de Cannabis para fins tanto medicinais quanto não medicinais.

Adicionalmente, pode investir em empresas farmacêuticas que produzam, comercializem ou distribuam remédios que usem derivados do Canabidiol (canabinóides).

Algumas das empresas investidas pelo ETF MJ
  • As empresas elegíveis para entrar na carteira do MJ devem possuir mais de 50% da receita atrelada a atividades relacionadas à indústria de Cannabis. Alguns dados do ETF:
  • Número de ações na carteira: cerca de 40
  • Rebalanceamento de carteira trimestral
  • Quase 90% da carteira concentrada em empresas de três países: Canadá (~ 55%), Estados Unidos (~27%) e Inglaterra (~10%)
  • 2/3 dos investimentos em ações do setor Farmacêutico e cerca de 20% no setor de Tabaco – Principais posições com base no último rebalanceamento trimestral:

À medida que mais ETFs ligados à indústria de Cannabis cresçam em termos de Patrimônio Líquido e adquiram liquidez relevante, ficarão elegíveis para fazer parte da carteira do Trend Cannabis, pulverizando ainda mais suas alocações.

Como atualmente somente o MJ passou em nossos filtros de liquidez, a carteira se iniciará com alocação integral nesse ETF.

Os riscos

Para investir nesse produto, no entanto, é importante ter “estômago”. O fato de a grande maioria das empresas da carteira do MJ estar sujeita aos riscos regulatórios envolvendo a indústria, somado ao estágio de vida muito novo de várias companhias, faz com que as oscilações de preço das ações sejam bastante superiores à média do mercado acionário americano ou mesmo brasileiro.

Reflexo disso é o fato de o fundo cair mais de 30% no ano (com base no fechamento de 29/11/2019) e ter observado uma perda de quase 63% se pegarmos a diferença entre a sua cota máxima (em meados de setembro de 2018) e a mínima (novembro de 2019).

Mais dados sobre o fundo podem ser encontrados no site da própria gestora do MJ clicando nesse link. A última carta trimestral da gestora (em inglês) está disponível aqui.

Para os otimistas e para aqueles que possuem entendimento dos riscos associados a esse setor, o momento atual pode ser enxergado como um ótimo ponto de entrada, com ações muito mais baratas!

Trend Cannabis FIM

Para aqueles interessados em apostar nas perspectivas de potencial valorização desse setor, cientes dos riscos implícitos, seguem abaixo as principais características do Trend Cannabis FIM:

  • Variação cambial: fundo “hedgeado” (não ficará exposto a variações cambiais)
  • Taxa de administração: 0,50%
  • Taxa de performance: não há
  • Cota de aplicação: D+1 (útil)
  • Cota de resgate: D+5 (corridos), com liquidação no dia útil seguinte
  • Público alvo: Investidores em Geral
  • Aplicação mínima: R$ 500,00
  • Saldo mínimo / movimentação: R$ 100,00
  • Tributação: Longo Prazo (com come-cotas semestral)
  • Gestor: XP Asset Management
  • Administrador e Custodiante: Santander Securities Services
  • CNPJ: 34.218.740/0001-10

Por se tratar de um produto com volatilidade e riscos elevados, a aplicação no Trend Cannabis só será possível através do contato com um assessor de investimentos.

As informações são da XP Investimentos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese