Ações judiciais para tratamentos com Cannabis disparam em SP

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Até o momento são 158 processos, contra 122 encaminhados em 2019 (Foto: Sang Hyun Cho/Pixabay)

O número de ações judiciais contra a Secretaria da Saúde de São Paulo para o custeio de tratamentos à base de Cannabis medicinal aumentaram 55,5% em 2020 se comparado ao ano passado. As informações são da jornalista Joana Cunha, da coluna Painel S.A. do jornal Folha de São Paulo.

>>> Senadora Mara Gabrilli quer discussão científica e sem ideologias no PL da Cannabis

Entre as ações, há um pedido de compra de 480 frascos de canabidiol para um ano de uso por cerca R$ 230 mil. Até o momento, faltando dois meses para o fim do ano, são 158 processos, contra 122 encaminhados em 2019.

>>> Para o juiz Fabrício Dias, HC não é o melhor instrumento para o direito ao cultivo de Cannabis medicinal

O número de processos nos últimos anos mostra uma forte tendência de alta nos casos. Em 2017 foram apenas 21 ações. Já em 2018 o total chegou a 67, três vezes mais do que no ano anterior.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese