Como a Cannabis medicinal pode auxiliar nos sintomas do coronavírus

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
O uso terapêutico da planta também pode auxiliar no tratamento de um dos sintomas mais perigosos da doença, a inflamação pulmonar (Foto: Andrea Piacquadio/Pexels)

Por Sechat Conteúdo*

Nos últimos anos, estudos científicos vêm comprovando os inúmeros benefícios que o uso da Cannabis medicinal pode trazer no tratamento de doenças que, muitas vezes, medicamentos convencionais não são capazes de auxiliar. A Covid-19 é uma delas. Sem um tratamento comprovado e eficaz para a doença, o canabidiol (CBD), principal substância extraída da cannabis, pode ajudar a conter grande parte dos sintomas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), febre, tosse, dor de cabeça, diarreia e dificuldades respiratórias são os principais sintomas causados pela contaminação do coronavírus. Para tratar alguns deles, a cannabis pode se tornar elemento-chave.

>>> Participe do grupo do Sechat no WhatsApp e receba primeiro as notícias

No caso das dores de cabeça causadas pela doença, os canabinoides possuem papel importante no alívio de enxaquecas. Segundo estudo feito por Carrie Cuttler, professora assistente de psicologia da Universidade Estadual de Washington, em 2019, a cannabis pode reduzir a gravidade da dor de cabeça em até 47,3%. Além disso, o uso da substância pode reduzir problemas intestinais causados pelo vírus, como diarreia.

Durante o período de confinamento, muitos experienciaram – e ainda estão experienciando – uma onda de estresse e ansiedade. Para problemas como estes, o impacto da cannabis medicinal, como já comprovado, também pode ser positivo. Segundo estudo da Washington State University, publicado no Journal of Affective Disorders, em 2018, 90% dos participantes que utilizaram a cannabis apresentaram uma redução nos sintomas de estresse e ansiedade em curto prazo.

>>> Super Live Sechat terá perguntas e respostas sobre Cannabis medicinal com o Dr. Pedro Pierro

No entanto, por mais que apresente melhora para estes dois sintomas, o uso da cannabis a longo prazo pode ter efeitos negativos. Ainda conforme o estudo, o uso no tratamento da depressão pode apresentar efeito rebote ao longo do tempo. Isso ocorre por conta do teor de THC (tetra-hidrocanabinol) contido na Cannabis. Por causar o efeito psicoativo e a aceleração dos batimentos cardíacos, esta substância, quando utilizada em grande quantidade, pode potencializar a ansiedade, em vez de tratá-la.

Além dos efeitos comprovadamente positivos da cannabis medicinal nos sintomas da Covid-19 citados, o uso terapêutico da planta também pode auxiliar no tratamento de um dos sintomas mais perigosos da doença, a inflamação pulmonar, uma vez que é capaz de melhorar os índices sanguíneos de oxigênio no corpo.

*Informações de Health Europa e High Times, com curadoria e edição de Sechat Conteúdo

Leia mais:

>>> Entenda como a Cannabis medicinal pode auxiliar no combate ao COVID-19

>>>> CBD reduz dano pulmonar causado pela COVID-19

>>> A Cannabis medicinal para o tratamento dos sintomas da Covid-19

>>> Os efeitos da cannabis medicinal na inflamação pulmonar causada pela Covid-19

>>> Como a Cannabis medicinal pode tratar a “tempestade inflamatória” da Covid-19

>>> Estudo sugere que Cannabis é eficaz na prevenção e tratamento do Covid-19

>>> Como a Cannabis pode ajudar a reduzir o estresse de profissionais que atuam no combate à Covid-19?

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese