Depois de Novo México, Nova Iorque e Virgínia, outros quatro estados podem legalizar a Cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Se mais dois estados conseguirem que projetos legais sobre a maconha sejam assinados nesta sessão, 2021 estabelecerá um recorde para o maior número de novas leis de legalização promulgadas em um único ano (Foto: Reprodução/Marijuana Moment)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Marijuana Moment (Kyle Jaeger )

Com Nova York e Virgínia legalizando a Cannabis nos últimos dias pode-se pensar que o movimento reformista de 2021 já atingiu seu limite máximo para o ano. Mas o fato é que os projetos de legalização ainda estão avançando em vários outros estados do país.

De Delaware a Minnesota, os legisladores ainda estão trabalhando para acabar com a proibição até o final do ano. Embora não haja garantia de que eles terão sucesso, há um ímpeto crescente para a legalização com os principais legisladores e governadores, e cada estado que promulga a mudança de política adiciona pressão sobre aqueles ao seu redor para que façam o mesmo.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

Aqui estão os estados que ainda podem legalizar a cannabis neste ano:

Connecticut

Existem duas propostas de legalização sendo consideradas na legislatura de Connecticut, incluindo uma que é apoiada pelo governador Ned Lamont (D). O projeto de lei do governador foi aprovado no Comitê Judiciário na terça-feira (6) depois de ser emendado para tratar de questões de igualdade social de forma mais abrangente. Uma medida concorrente de Robyn Porter (D) foi aprovada no Comitê de Trabalho e Funcionários Públicos no mês passado.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

O presidente da Câmara, Matthew Ritter (D), disse no ano passado que se a legislatura não for capaz de aprovar um projeto de lei de legalização, ele proporá uma questão na cédula de 2022 do estado que deixará o assunto para os eleitores. Ritter colocou chances de “50-50” para os legisladores conseguirem fazer o trabalho por conta própria este ano.

Se a cannabis acabar nas cédulas, no entanto, provavelmente se tornará popular, já que uma pesquisa divulgada no mês passado descobriu que 66% dos adultos de Connecticut são a favor da legalização, e a mesma porcentagem de entrevistados são favoráveis à eliminação dos registros anteriores de cannabis.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Delaware

Um projeto de lei para legalizar a cannabis para consumo adulto em Delaware foi aprovado em seu primeiro comitê da Câmara no final do mês passado.

A legislação, apresentada pelo deputado Ed Osienski (D), foi aprovada pelo Comitê de Saúde e Desenvolvimento Humano da Câmara em uma votação de 10-5, apesar da oposição vocal de alguns membros republicanos do painel.

O projeto de lei, conforme apresentado, estabeleceria um sistema comercial regulamentado de cannabis e impostos sobre vendas em 15%. O cultivo doméstico para uso pessoal, entretanto, permaneceria ilegal.

Minnesota

Quatro comitês da Câmara já aprovaram um projeto para legalizar a maconha em Minnesota. Conforme disse o líder da maioria Ryan Winkler (D), patrocinador da legislação da reforma, o projeto passará pelos comitês restantes até o final de abril.

A porta-voz de Winkler, Melissa Hortman (D) e outros legisladores entraram com a medida em fevereiro. Em suma, isso permitiria que adultos com 21 anos ou mais comprassem e portassem até 450 gramas de maconha e cultivassem até oito plantas.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Ainda assim, mesmo que a legislação chegue até a Câmara, espera-se que enfrente um desafio significativo no Senado controlado pelos republicanos. Os legisladores republicanos sinalizaram que estão mais interessados ​​em revisar o programa de cannabis medicinal existente do estado.

Rhode Island

Dois comitês do Senado de Rhode Island realizaram uma audiência conjunta sobre duas propostas de legalização da maconha neste mês – incluindo uma proposta pelo governador.

Os Comitês Judiciário e Financeiro do Senado ouviram depoimentos de funcionários do governo sobre a medida orçamentária do governador Dan McKee (D). Além de ouvirem líderes legislativos que patrocinam o projeto de lei concorrente. Embora os painéis não tenham votado imediatamente em nenhuma das propostas, os membros geralmente discutiram a legalização como uma inevitabilidade no estado, especialmente com os estados vizinhos promulgando a reforma.

Ambos os planos permitem que adultos com 21 anos ou mais comprem e portem até 30 gramas de maconha. No entanto, apenas o projeto de lei dos legisladores oferece uma opção de cultivo doméstico.

Sobretudo, as propostas são notavelmente diferentes da proposta que a ex-governadora Gina Raimondo (D) incluiu em seu orçamento no ano passado. Mas antes de deixar o cargo para ingressar no governo Biden como secretária de comércio, ela pediu a legalização por meio de um modelo estatal.

Confira outros conteúdos sobre a cannabis nos EUA publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese