Estudo aponta que óleo de cânhamo melhora os índices do “bom colesterol”

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Traduzido do site High Times

Pesquisadores do Center for Applied Health Sciences, em Ohio (EUA), e da Lindenwood University, no Missouri (EUA), conduziram um estudo duplo-cego envolvendo 65 homens e mulheres acima do peso, mas saudáveis.

Os participantes ingeriram extrato de óleo de cânhamo ou um placebo todos os dias por seis semanas, continuando a seguir sua dieta normal e padrões de atividade física. 

Os resultados mostraram que, entre os voluntários do grupo do cânhamo, o colesterol HDL melhorou significativamente. 

O colesterol HDL, que significa “lipoproteína de alta densidade”, é reconhecido na comunidade médica como o “bom colesterol”.

Isso porque o “bom colesterol” ajuda a remover outras formas de colesterol da corrente sanguínea e está associado a um menor risco de doença cardíaca.

De acordo com a Clínica Mayo. os pesquisadores disseram que nenhuma outra interação significativa foi observada nos dois grupos. 

“A suplementação de cânhamo melhorou o colesterol HDL…e foi bem tolerada sem preocupações de segurança clinicamente relevantes”, escreveram os pesquisadores em sua conclusão. 

Apesar de seu aumento na viabilidade comercial nos últimos anos, o CBD ainda está sujeito a relativamente pouca pesquisa. 

No próximo mês, a empresa de pesquisa clínica ValidCare procurará preencher algumas dessas lacunas de pesquisa, realizando um estudo sobre a segurança do CBD, particularmente seu efeito no fígado. 

A pesquisa é amplamente vista como potencial para a Administração de Alimentos e Medicamentos implementar, eventualmente, em seus próprios regulamentos.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese