Lideranças femininas no mercado da cannabis é tema do último painel no Congresso Brasileiro da Cannabis Medicinal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

por Denise Ricomini


Como disse a jornalista Anita Krepp, que também participará do Congresso, em seu artigo para o Poder 360: “Coincidiu de a planta que guarda em sua versão feminina o maior potencial terapêutico de seus frutos e flores ser “redescoberta” no século 21, quando também as mulheres passaram a reivindicar seu protagonismo no mundo dos negócios”

É com esse mindset que encerraremos o último bloco do Congresso Brasileiro da Cannabis Medicinal, que acontece entre os dias 03 e 06 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo. Se você ainda não garantiu o seu ingresso, compre agora por este link: https://congressocannabis.com.br/ 

As mulheres já enfrentam, naturalmente, dificuldades em ascender a cargos de liderança no mercado de trabalho devido, principalmente, a um preconceito estrutural que coloca o homem em uma melhor posição para se ter sucesso no mundo corporativo. Além disso, o mercado da cannabis ainda é rodeado de tabus, portanto, mulheres que conseguem vencer a escalada e conquistar cargos influentes nesse mercado são duplamente vitoriosas! 

Por isso, o tema “lideranças femininas no mercado da cannabis” foi escolhido para o último painel do Congresso, onde a head de conteúdo do Sechat, Jacqueline Passos, liderará um bate-papo com outras cinco profissionais da indústria canábica, que contarão as dores e delícias da trajetória que trilharam até aqui.

Conheça as participantes de painel:

Jacqueline Passos

A jornalista, com mais de cinco anos de experiência em comunicação entrou para o mercado da cannabis em 2021, quando se tornou responsável pela comunicação do Sechat. Apesar de ainda estar dando os seus primeiros passos no mercado canábico, a profissional tem dedicado seus dias e noites em prol de uma causa extremamente importante para fomentar o mercado e abrir o caminho para suas colegas: disseminar informação sobre a cannabis e suas aplicações medicinais e industriais.


Engenheira Ambiental e mestranda em Ciência Florestal pela universidade de Padova na Itália, pesquisadora e empreendedora canábica, Ana Rios cresceu na periferia de Belo Horizonte e hoje, com apenas 30 anos de idade, faz parte da linha de frente da Just Hemp CBD, companhia de importação e exportação de derivados do Cânhamo, da qual é sócia-fundadora.

Analu Rios


Daiane Zappe

Advogada especialista em Direito Constitucional, Viana entrou no universo da cannabis por conta de seu filho, que foi uma das primeiras crianças a obter autorização da Anvisa para importação da cannabis, ainda em 2014. Desde então, a também professora universitária, que atua como Country Manager na Revivid Brasil, passou a auxiliar diversas mães de pacientes no processo de importação. “O que era empatia e esperança, tornou-se minha luta, porque acredito na que a cannabis é qualidade de vida para todos”, declara.


Além de advogada, Thaise Alvarez é fisioterapeuta especialista em ergonomia. Apaixonada por saúde, a empresária deu vida ao sonho de fornecer um maior alcance da informação científica à respeito da cannabis com a fundação da Alma Lab, empresa fabricante de produtos 100% orgânicos à base da planta, onde atua como CEO.

Thaise Alvarez



Camila Nocetti

Camila Teixeira Nocetti é CEO da Cannbanx, banco digital especializado em cannabis, e fundadora da Indeov, a primeira empresa de consultoria especializada em Cannabis Medicinal no Brasil. Formada em Relações Internacionais, a executiva também é membro do comitê estratégico da BRCann, associação de empresas do setor e atua no mercado de cannabis no Brasil desde 2016. “Acredito no alto potencial das mulheres em nosso setor, mas acredito que temos muito a avançar para trazermos mais inclusão das mulheres, principalmente no Brasil, onde tudo só está começando”, afirmou em seu instagram @vamosfalardecannabis.


Engenharia Química e mestre em Gerenciamento Internacional, Bárbara Hedler atua como Co-CEO e membro do Conselho de Administração da Maeté, empresa pioneira no uso industrial e medicinal da cannabis no Brasil. Com mais de 20 anos de experiência, a executiva já integrou a equipe na ONU responsável pelo monitoramento da indústria química global e pela desativação de armas químicas, tendo percorrido, nessa missão, mais de 60 países. Bárbara também fez parte da equipe que recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em 2013, devido ao combate à guerra na Síria. Um de seus propósitos de vida é incentivar, inclusive com mentorias para novos talentos, o empreendedorismo entre as mulheres, especialmente nas áreas de ciência, inovação, sustentabilidade e responsabilidade social.



Bárbara Hedler


O painel acontece neste dia 06 de maio às 17 horas. Participe!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese