Atletas vencem campeonato Sul-Americano de Taekwondo no Paraguai

Apoiados por empresa de cannabis, os brasileiros Paulo Lacheski e Vitor Mendonça passaram por competidores de países como Argentina, Paraguai, Chile e Bolívia

Publicada em 15/08/2023

capa
Compartilhe:

POr redação Sechat

No último final de semana, os atletas Paulo Lacheski e Vitor Mendonça conquistaram o Campeonato Sul-Americano de Taekwondo, realizado em San Lorenzo, no Paraguai. As vitórias em cima de competidores do Brasil, Chile, Argentina, Paraguai e Bolívia, foram um verdadeiro marco na carreira desses talentosos esportistas, que encontram apoio no tratamento com cannabis por meio da parceria com a empresa brasileira.

Além dos benefícios proporcionados pelo uso do óleo e de cremes de auxílio à dor e inflamação à base de cannabis, a empresa foi além e assumiu a responsabilidade cobrindo todas as despesas relacionadas às inscrições em campeonatos, viagens e alimentação dos atletas. 

Segundo o empresário Rodolfo Rosato, CVO da empresa patrocinadora dos atletas, essa iniciativa permite que a dupla se concentre inteiramente em seus treinamentos, sem se preocuparem com os custos associados às competições. 

“Nós estamos também fornecendo um salário para que esses atletas possam se dedicar aos treinamentos. Acreditamos que a cannabis pode ser uma ferramenta valiosa para atletas que buscam melhorar seu desempenho e saúde", disse o empresário. 

Além do suporte financeiro, a empresa tem proporcionado aos atletas acesso a uma academia com equipamentos adequados para treinarem e aprimorarem suas técnicas. Paulo e Vitor fazem parte do projeto social “Cidadão Campeão”, que em parceria com a secretaria de esportes da cidade de Atibaia, em São Paulo, dá acesso gratuito aos treinamentos da modalidade.

 “Nosso objetivo é proporcionar a esses atletas a possibilidade de treinar em alto nível para competir com os melhores atletas do mundo. E sem o apoio financeiro, infelizmente não  participariam de campeonatos em outros países ou mesmo em outros estados brasileiros. Acompanho a trajetória desses garotos há mais de sete anos e sei do potencial deles. Agora a meta é o campeonato mundial”, disse Rosato.

Benefícios da cannabis no esporte

De acordo com o psicólogo Dr. Claudinei Silva, o tratamento com cannabis é um grande aliado na saúde mental dos atletas. “O estresse e a ansiedade são comuns no cenário competitivo, e a cannabis, principalmente o CBD, pode trazer uma sensação de saciedade psicológica, auxiliando os atletas a lidarem com suas preocupações e melhorando o controle emocional pré-competição”.

A dupla também conta com o suporte de um médico para acompanhar, tratar eventuais lesões e cuidar da recuperação. O idealizador e fundador do projeto CBDSports, voltado para a aplicação da terapia canabinoide em atletas, Dr. Pedro Melo, é que acompanha a evolução dos atletas. “A cannabis apresenta diversos benefícios aos praticantes de esporte de explosão que exige força e pode gerar muita dor e trauma, como o taekwondo. 

Dr. Pedro destaca que os efeitos analgésicos e anti-inflamatórios da cannabis podem ser especialmente úteis durante e após a atividade física intensa dos atletas. 

“O CBD age como um anti-inflamatório para diminuir as micro lesões e microfraturas musculares. Essa capacidade da cannabis em recuperar lesões e reduzir dores é fundamental para o desempenho, protegendo os atletas de futuras lesões e permitindo que eles se concentrem nos treinos e competições.” 

Outro ponto importante destacado pelo especialista é o impacto da cannabis no desempenho, bem-estar e saúde geral. “A aplicação tópica de pomadas e cremes de CBD também é benéfica para relaxar a musculatura e tratar lesões, proporcionando alívio após os treinos pesados.”

Impacto positivo na performance dos atletas

Sob o comando do Mestre White, os atletas têm visto resultados positivos com o tratamento. “Eu vejo que melhorou muito a disposição deles para treinarem, acredito que o tratamento com a cannabis despertou uma vontade extra de determinação e de superação. Quanto às lesões, desde o início do tratamento foi zero. É importante frisar que antes da terapia canábica, um dos atletas apresentava problemas no joelho, que se deslocava, mas nunca mais aconteceu.”

White salienta que a experiência pode servir como um exemplo inspirador para outros profissionais, não apenas de Taekwondo, mas também de outras artes marciais.

“Eles estão mais determinados, tiveram um aumento na resistência física e na força, sem ganhar peso, como o Taekwondo as categorias são por peso, manter o peso é muito importante”, comenta.

Atletas comemoram os resultados

Para Paulo Lacheski, de 22 anos, desde que iniciou o tratamento com cannabis há sete meses para tratar dores musculares e lesões, sua saúde e desempenho tiveram uma melhora significativa. 

Paulo tem usado óleo de CBD e óleo de CBG em gotas para dosagem diária, além de pomadas e gel com os compostos da planta que agem como relaxante muscular e após os treinos intensos. Essa abordagem trouxe diversos benefícios à sua rotina, incluindo uma recuperação física e mental mais eficaz, regulação do sono, alívio de dores e hematomas, bem como maior disposição para enfrentar os treinos, o trabalho e as competições.

"Eu me sinto muito melhor agora. Tenho mais energia, minha dor diminuiu e posso treinar por mais tempo”, disse Paulo que coleciona títulos como o de Campeão Paulista, Campeão Brasileiro, Campeão da Copa América e Campeão do Brazil Games. 

Assim como ele, Vitor Mendonça de 18 anos também viu sua saúde mental e desempenho melhorarem desde que começou o tratamento. "Eu me sinto muito mais relaxado e concentrado. Estou dormindo e treinando bem". Vitinho, como é conhecido, também têm usado óleo de CBD, óleo de CBG e pomadas à base de cannabis nos últimos sete meses para tratar dores musculares e obter benefícios em seu desempenho atlético. 

O atleta possui um histórico de títulos impressionantes, incluindo 11 títulos de Campeão Paulista, dois títulos da Copa América, três títulos de Campeão Brasileiro, entre outros, e enfatiza que os produtos à base de cannabis têm sido fundamentais para melhorar as suas noites de sono, restaurar as suas energias e aumentar sua concentração nos treinos. 

"Estamos muito gratos pelo apoio recebido. O uso medicinal da cannabis tem nos auxiliado a melhorar nossa saúde e desempenho, além de nos dar a oportunidade de realizar nossos sonhos."

O caso de Paulo e Vitor é um exemplo de como a cannabis pode ser usada para ajudar atletas de alto rendimento a melhorarem seus desempenhos e saúde. Essa parceria entre a empresa de cannabis e os atletas de taekwondo evidencia a relação positiva entre cannabis e o esporte, mostrando como as  empresas podem contribuir para o desenvolvimento e sucesso dos atletas brasileiros.