O uso adulto da Cannabis está aumentando em adultos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O uso adulto de maconha está aumentando entre os baby boomers (pessoa nascida entre 1946 e 1964) nos Estados Unidos, especialmente os homens, de acordo com um estudo publicado na segunda-feira no Annals of Internal Medicine.

As descobertas parecem refletir a mudança de atitudes em relação à Cannabis em todo o país, sugeriu o coautor do estudo Bill Jesdale, professor assistente de população e ciências quantitativas da saúde na Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts em Worchester.

O uso da droga aumentou em adultos, tanto nos estados onde a maconha foi legalizada para uso recreativo quanto nos estados onde não foi, disse ele. “Parece que algo aconteceu ao país como um todo.”

>>> A evolução da Cannabis nos EUA

O estudo analisou três anos de dados de pesquisa, coletados de 2016 a 2018, sobre o uso de Cannabis em 171.507 adultos com 55 anos ou mais em 19 estados e dois territórios.

Homens de 60 a 64 anos relataram as taxas mais altas de uso de maconha, com 12,6%  dos entrevistados dizendo que usaram a droga nos últimos 30 dias em 2018, ante 8,9% em 2016. No mesmo período, o uso também quase dobrou entre homens com idades entre 65 e 69 (passando de 4,3% em 2016 para 8,2% em 2018) e entre os homens com idades entre 70 e 74 (de 3,2% para 6%). Houve menos mudança no uso entre as mulheres.

O aumento do uso entre adultos mais velhos é algo que Phillip Favila, gerente da Sweet Flower, um dispensário de cannabis de Los Angeles, percebeu.

“Vimos como estranho um aumento nas pessoas com 50 anos”, disse ele.

>>> O melhor guia para CBD e idosos com artrite

A pesquisa em si não ofereceu nenhum insight sobre por que mais boomers estão usando maconha, mas Jesdale e seus colegas sugeriram várias explicações possíveis, incluindo uma maior disposição de admitir o uso por causa do estigma mais baixo, maior disponibilidade da droga, inibições reduzidas contra o uso, e seus benefícios medicinais. De fato, outros estudos descobriram que alguns adultos recorreram à Cannabis para obter ajuda com a dor, ansiedade e problemas de sono, observaram os pesquisadores.

Embora haja alguma evidência de que a Cannabis pode aliviar certos tipos de dor, não foram feitas muitas pesquisas sobre seu uso em adultos. A Cannabis também demonstrou ajudar com certos tipos de insônia. Existem poucas evidências de que a Cannabis ajuda a aliviar a ansiedade.

Os pesquisadores disseram que uma das razões pelas quais eles embarcaram no estudo foi a preocupação de que os efeitos da Cannabis em adultos podem ser diferentes dos que experimentam os jovens. Jovens adultos de 18 a 25 anos continuam sendo os maiores usuários da substância nos EUA, com 38,7% relatando uso em 2018, de acordo com um relatório do governo.

>>> Pesquisa: Vendas de Cannabis para uso adulto em NY pode ultrapassar US$ 2,4 bi até 2025 por ano

“Nosso colega do Canadá estava pensando sobre o uso de Cannabis em lares de idosos, pois esse número aumentou”, disse Jesdale. “Há muito pouca evidência de como a maconha interage com muitos dos medicamentos usados ​​nessa população. ”

Há preocupações de que o uso de maconha em adultos possa aumentar o risco de interações medicamentosas quando combinado com certos medicamentos. Uma revisão publicada em janeiro no Journal of American College of Cardiology observou, por exemplo, que a maconha pode interagir com certos medicamentos para o coração, colocando os usuários em risco.

Há também um risco maior de confusão, tontura, quedas e outros acidentes, disse o relatório.

>>> Legalização da Cannabis: Onde está a Cannabis Legal nos EUA?

O relatório não mencionou o uso anterior de maconha dos entrevistados, então Jesdale não pôde dizer se o aumento foi devido a novos usuários ou pessoas voltando para uma droga que usaram na faculdade e no colégio.

Favila, o gerente do dispensário, disse que seus clientes boomers estão procurando se reconectar com as experiências de sua juventude.

“Para muitos deles, é nostálgico”, disse ele. 

“O aroma de uma flor pode desencadear a lembrança de quando eles estavam de volta à faculdade, saindo com amigos no campo de beisebol”, disse Favila, referindo-se à planta de maconha. Ele acrescentou que seus clientes mais velhos preferem Cannabis para fumar.

Fonte: informações do site NBC News

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese