Terpenos de Cannabis apresentam resultados promissores para tratar COVID-19

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um estudo recente examinando o uso da formulação de terpeno de Cannabis NT-VRL em condições inflamatórias teve alguns resultados promissores no tratamento da síndrome de tempestade de citocinas causada por COVID-19.

A síndrome da tempestade de citocinas é uma forma de resposta inflamatória em que as células brancas do sangue são ativadas e liberam citocinas inflamatórias, que ativam mais células brancas do sangue. A síndrome pode causar sintomas como febre, fadiga e vômitos, mas pode avançar a um ponto em que o paciente pode precisar de um ventilador para se manter vivo ou pode morrer.

>>> Pesquisadores analisam o CBD para tratar a inflamação pulmonar da COVID-19

Combinação com terpeno potencializa o CBD e é mais eficaz que Dexametasona

Os primeiros resultados do estudo, realizado em Israel, mostram que a formulação de terpeno combinada com CBD é duas vezes mais eficaz no uso de CBD por si só, e duas vezes mais eficaz que a Dexametasona, um tratamento comum com corticosteroides para inflamação, relata o Health Europa. O estudo foi realizado por Eybna e Cannasoul.

NT-VRL é uma formulação patenteada de terpenos criada por Eybna. Os terpenos usados ​​na formulação foram selecionados especificamente por suas propriedades antivirais e antiinflamatórias.

A formulação é projetada especificamente para ser usada por inalação, em vez de na forma de comprimido ou comestível.

“Este tipo de método de entrega é uma virada de jogo, permitindo-nos alcançar qualidades terapêuticas a partir desses fitoquímicos únicos como nunca antes”, disse o CEO da Eybna, Nadav Eya, em um comunicado preparado.

>>> UFSC e Abrace vão testar a Cannabis em profissionais da saúde que estão em campo contra a Covid

Para o estudo, o CBD e o NT-VRL foram testados individualmente e usados ​​em conjunto, com o combo provando ser o mais eficaz nesses testes iniciais. O estudo não apenas mostra o efeito do terpeno específico de Eybna, mas também que os terpenos em geral podem ter um efeito em mais do que apenas sabor e sabor.

O estudo israelense não é o único que analisa o uso potencial de cannabis para ajudar a aliviar os sintomas do COVID-19, bem como potencialmente prevenir que alguém contraia o vírus em primeiro lugar.

Em junho, dois pesquisadores canadenses disseram que pensavam que uma cepa específica de cannabis poderia ser útil na luta contra o COVID-19, graças à sua capacidade de bloquear a entrada do vírus no corpo através dos receptores ACE2.

“Semelhante a outros patógenos respiratórios, o SARS-CoV2 é transmitido por meio de gotículas respiratórias, com potencial para aerossol e disseminação por contato. Ele usa a entrada mediada por receptor no hospedeiro humano através da enzima conversora de angiotensina II (ACE2) que é expressa no tecido pulmonar, bem como na mucosa oral e nasal, rins, testículos e no trato gastrointestinal ”, diz o estudo. “A modulação dos níveis de ACE2 nesses tecidos de entrada pode ser uma estratégia plausível para diminuir a suscetibilidade à doença.”

Pesquisa que estava focada no câncer chegou a solução para o coronavírus

Os pesquisadores Olga e Igor Kovalchuck desenvolveram e testaram uma nova cepa de cannabis por anos, com o objetivo de criar uma cepa que ajude a combater o câncer e a inflamação. Quando a pandemia surgiu, a dupla começou a concentrar seus esforços em como a cepa poderia ser usada para ajudar a combater o COVID-19. O trabalho foi publicado em uma edição de abril da revista médica online Preprints.

“A Cannabis sativa, especialmente uma rica em canabinóide antiinflamatório canabidiol (CBD), foi proposta para modular a expressão gênica e a inflamação e abrigar propriedades anticâncer e anti-inflamatórias”, diz o estudo. “Trabalhando sob a licença de pesquisa da Health Canada, desenvolvemos mais de 800 novas linhas e extratos de Cannabis sativa e levantamos a hipótese de que os extratos de Cannabis sativa com alto teor de CBD podem ser usados ​​para modular a expressão de ACE2 em tecidos-alvo COVID-19.”

>>> Estudo sugere que Cannabis é eficaz na prevenção e tratamento do Covid-19

Na época da publicação, o trabalho da dupla ainda era uma teoria. No entanto, ambos os estudos apontam para a cannabis sendo potencialmente um recurso valioso à medida que o mundo trabalha para encontrar novos tratamentos e técnicas de prevenção potencialmente para o vírus daqui para frente.

Os terpenos têm diversas funções na planta como protegê-la contra os herbívoros

Os terpenos são compostos produzidos naturalmente pelas plantas por meio de seu metabolismo secundário e podem ser mais comuns em algumas plantas do que em outras. Os terpenos têm diversas funções na planta como protegê-la contra os herbívoros e patógenos e atuar na própria competição entre as plantas ou mesmo para fins de atração de organismos benéficos a elas, como animais polinizadores e dispersores. Por se tratarem de óleos aromáticos, conferem às plantas uma variedade de sabor e aromas como o das frutas cítricas, frutas vermelhas, hortelã e pinho. Eles são secretados em glândulas, como os tricomas por exemplo.

Traduzido do site da Forbes, com edição do Sechat 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese