THC e inflamação: o que a relação entre os dois significa para a saúde?

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Os pesquisadores acreditam que os canabinóides são capazes de criar vias no cérebro que reduzem ou desligam a resposta antiinflamatória do corpo. (Créditos da imagem: Pexels/Kindel Media)

Curadoria, tradução e edição Sechat, com informações de The Growth Op (Maria Loreto)

A cannabis é um agente anti-inflamatório e a planta há muito é associada a uma variedade de benefícios relacionados à dor e à inflamação. O efeito do composto sobre a inflamação tem ajudado as pessoas a controlar os sintomas de dor crônica, recuperação de lesões e muito mais.

Os elementos presentes na cannabis, como THC e CBD, têm sido associados a propriedades anti-inflamatórios, tornando-os boas opções para uma variedade de doenças. Essas descobertas apareceram em vários estudos e também foram relatadas por um número significativo de atletas profissionais.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

A doença de Crohn e a dor crônica, ambas fortemente influenciadas pelo grau de inflamação do paciente, são apenas algumas doenças que relatam benefícios quando combinadas com a cannabis. Um estudo envolvendo pacientes com Crohn indica que 10 entre 11 indivíduos experimentaram alguma forma de alívio graças à cannabis, evitando esteróides ou outros tipos de medicamentos, que podem trazer efeitos colaterais perigosos ou viciantes.

Embora os efeitos da maconha sobre a inflamação possam ser menores do que os fornecidos pelos opioides ou outros medicamentos, a principal vantagem que a erva daninha oferece é que geralmente não apresenta efeitos colaterais significativos.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

“Para mim, os principais benefícios da cannabis são como um anti-inflamatório e o alívio da dor, dores de cabeça e outros sintomas de concussão que ainda tenho anos depois de sofrer um monte deles”, disse o jogador de futebol Eugene Monroe à Playboy.

“Passei da programação de uma quantidade X de comprimidos ao longo de cada dia para a eliminação de todos eles. Agora que uso cannabis, as únicas pílulas que tomo são vitaminas e minerais. Não há mais produtos farmacêuticos ”, disse Monroe.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Por que isso acontece? Não há uma única razão identificada geral, mas os pesquisadores acreditam que os canabinóides são capazes de criar vias no cérebro que reduzem ou desligam a resposta anti-inflamatória do corpo. E embora o THC e o CBD tenham fornecido uma grande porcentagem de resultados anti-inflamatórios quando testados por conta própria, o efeito de entourage da cannabis (a colaboração de todos os elementos dentro da planta de cannabis) pode ser a receita que fornece o melhor efeito de todas.

A cannabis e seus compostos THC e CBD são elementos muito promissores no tratamento de inflamações. Espera-se que, no futuro, a pesquisa tenha avançado a ponto de a cannabis ser considerada apenas mais uma opção valiosa disponível para as pessoas.

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese