Três razões pelas quais o CBD está se tornando cada vez mais popular

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Apesar da evidência da eficácia do CBD, no entanto, os profissionais médicos permanecem cautelosos, pois muitos acham que mais estudos são necessários para observar os efeitos a longo prazo do canabinoide (Foto: Pixabay)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Canex

Nos últimos anos, vários casos chamaram a atenção da mídia e do público e ajudaram a progredir significativamente no acesso à Cannabis medicinal em todo o mundo. Por exemplo, os casos de Charlotte Figi nos EUA e Alfie Dingley e Billy Caldwell no Reino Unido ajudaram a aumentar a conscientização sobre o uso médico de cannabis para epilepsia resistente ao tratamento.

Acredita-se que esses casos importantes tenham contribuído significativamente para o reescalonamento da cannabis medicinal no Reino Unido e a aprovação do FDA do medicamento Epidiolex baseado em CBD nos EUA. Paralelamente a esses desenvolvimentos, o CBD tem atraído cada vez mais atenção tanto no mundo do bem-estar quanto no da medicina, graças à sua gama de benefícios potenciais à saúde.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

O que é CBD?

CBD, abreviação de canabidiol, é um dos mais de 100 compostos encontrados em uma planta de cannabis. O composto não produz o ‘efeito’ associado ao consumo de cannabis. É o composto THC (tetrahidrocanabinol) que é responsável por isso. 

O CBD também pode ser extraído do cânhamo, que é uma planta de cannabis criada especificamente com menos THC para fins comerciais. As pessoas podem tomá-lo como um spray aerossol na boca e bochecha ou inalado por fumaça ou vapor. Pode ser entregue como óleo CBD, cannabis desidratada, cápsulas ou em solução líquida. 

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Devido à crescente popularidade do CBD, seu mercado global deve crescer para 20 bilhões de dólares até 2024. O CBD ainda não é legal em muitos países, mas pode ser apenas uma questão de tempo até que seja universalmente aceito. 

Abaixo estão alguns dos fatores que ajudaram o CBD a se tornar tão popular:

O abraço das indústrias 

Os produtos de CBD estão se tornando onipresentes, e um dos motivos é porque muitas indústrias começaram a usar o composto. Além da indústria médica, o CBD também é usado em produtos para animais de estimação, cosméticos, vapor e alimentos e bebidas. Isso fez com que o CBD se tornasse facilmente disponível em diferentes lojas de saúde e bem-estar.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Legalização de produtos CBD

Muitos países e a maioria dos estados dos EUA já legalizaram muitos produtos de CBD. Na América, a Farm Bill assinada em 2018 tornou os produtos de CBD legais no nível federal, mas apenas se o CBD vier de maconha aprovado pelo governo federal. Além disso, como mencionado anteriormente, o FDA dos EUA aprovou um medicamento epiléptico baseado em CBD, o Epidiolex.       

No Reino Unido, o óleo de CBD é legal e os produtos de CBD estão amplamente disponíveis na Internet e nas ruas principais. No entanto, as leis do cânhamo no Reino Unido continuam subdesenvolvidas para apoiar a indústria, com as empresas forçadas a importar extratos de CBD de outros países.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

As evidências da eficácia médica do CBD têm crescido

Nos últimos anos, aumentou o número crescente de evidências da eficácia do CBD no tratamento de doenças. Por exemplo, dados do National Health Institute indicam a eficácia do óleo CBD no tratamento da insônia e da ansiedade. O composto também pode ser eficaz no tratamento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (PTSD).

O CBD também se mostrou promissor como método de tratamento para vários tipos de dor crônica. De acordo com um estudo feito pelo European Journal of Pain, o composto pode ajudar a aliviar os sintomas da artrite, como dor e inflamação. 

Um estudo publicado no Journal of Dermatological Treatment mostra que os canabinoides contêm propriedades anti-envelhecimento, anti-coceira, anti-inflamatória e anti-câncer. Por causa disso, certas condições de pele também podem ser melhoradas com o uso de tratamento com CBD, como o seguinte:

  • Dor 
  • Acne
  • Dermatite atópica  
  • Psoríase
  • Câncer de pele

Além disso, um artigo publicado na Molecules (um periódico de química revisado por pares e de acesso aberto) discute um estudo que sugere o papel do CBD em ajudar a atividade neuroprotetora em várias doenças neurodegenerativas, como:

  • Mal de Parkinson
  • doença de Alzheimer 
  • Doença de Huntington   
  • Esclerose múltipla (EM)
  • Esclerose lateral amiotrófica (ALS)

Além disso, os especialistas médicos também propuseram que o óleo CBD pode ajudar os dependentes químicos, diminuindo a área de ativação do cérebro que é responsável pelo vício. Um estudo publicado no American Journal of Psychiatry investigou os efeitos do CBD em pessoas com dependência de heroína. O resultado mostra que o CBD reduz a ansiedade e as ânsias, que mostra uma grande promessa no tratamento do vício.      

Apesar da evidência da eficácia do CBD, no entanto, os profissionais médicos permanecem cautelosos, pois muitos acham que mais estudos são necessários para observar os efeitos a longo prazo do canabinoide.  

Confira outros conteúdos sobre os benefícios do CBD publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese