3 motivos pelos quais o CBD torna-se cada vez mais popular

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
O CBD tem atraído cada vez mais atenção tanto no mundo do bem-estar quanto no da medicina, graças à sua gama de benefícios potenciais à saúde (Foto: Oliver king/Pexels)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Canex

Nos últimos anos, vários casos chamaram a atenção da mídia e do público e ajudaram a progredir significativamente o acesso à cannabis medicinal em todo o mundo. Por exemplo, os casos de Charlotte Figi nos EUA e de Alfie Dingley e Billy Caldwell no Reino Unido ajudaram a aumentar a conscientização sobre o uso médico de cannabis para epilepsia resistente ao tratamento.

Acredita-se que esses casos importantes tenham contribuído significativamente para o reescalonamento da cannabis medicinal no Reino Unido e a aprovação do FDA do medicamento Epidiolex baseado em CBD nos EUA. Paralelamente a esses desenvolvimentos, o CBD tem atraído cada vez mais atenção tanto no mundo do bem-estar quanto no da medicina, graças à sua gama de benefícios potenciais à saúde.

>>> Sechat confirma para 2021 o maior evento sobre Cannabis Medicinal no Brasil

O que é CBD?

O CBD, abreviação de canabidiol, é um dos mais de 100 compostos encontrados em uma planta de cannabis. O composto não produz o efeito de euforia associado ao consumo de cannabis. É o composto THC (tetrahidrocanabinol) que é responsável por isso.

O CBD também pode ser extraído do cânhamo, que é uma planta de cannabis criada especificamente com menos THC para fins comerciais. As pessoas podem tomá-lo como um spray aerossol na boca ou bochecha, inalado por fumaça ou vapor. Pode ser entregue como óleo CBD, cannabis desidratada, cápsulas ou em solução líquida. 

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Devido à popularidade crescente do CBD, seu mercado global deve crescer para 20 bilhões de dólares até 2024. O CBD ainda não é legal em muitos países, mas pode ser apenas uma questão de tempo até que seja universalmente aceito.

Abaixo estão alguns dos fatores que ajudaram o CBD a se tornar tão popular:

O abraço das indústrias de óleo CBD

Os produtos de CBD estão se tornando onipresentes, e um dos motivos é porque muitas indústrias começaram a usar o composto. Além da indústria médica, o CBD também é usado em produtos para animais de estimação, cosméticos, vapor e alimentos e bebidas. Isso fez com que o CBD se tornasse facilmente disponível em diferentes lojas de saúde e bem-estar.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Várias empresas da indústria de cosméticos lançaram produtos que contêm óleo de CBD. Eles estão promovendo os benefícios do composto para a saúde da pele para comercializar produtos cosméticos com infusão de óleo CBD. As cafeterias também começaram a adicionar óleo CBD a shakes de proteína e bebidas quentes. Algumas cervejarias começaram a vender cerveja com CBD. Além disso, o uso de CBD no tratamento de doenças em animais de estimação também tem aumentado.

Legalização de Produtos CBD

Muitos países e a maioria dos estados dos EUA já legalizaram muitos produtos de CBD. Na América, a Farm Bill assinada em 2018 tornou os produtos de CBD legais no nível federal, mas apenas se o CBD vier de maconha aprovado pelo governo federal. 

No Reino Unido, o óleo CBD é legal e os produtos estão amplamente disponíveis na Internet e nas ruas principais. No entanto, as leis do cânhamo no Reino Unido permanecem subdesenvolvidas para apoiar a indústria florescente, com as empresas forçadas a importar extratos de CBD de outros países.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

A evidência da eficácia médica do CBD cresceu

Nos últimos anos, aumentou o número crescente de evidências da eficácia do CBD no tratamento de doenças. Por exemplo, dados do National Health Institute indicam a eficácia do óleo CBD no tratamento de insônia e ansiedade. O composto também pode ser eficaz no tratamento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (PTSD).

O CBD também se mostrou promissor como método de tratamento para vários tipos de dor crônica. De acordo com um estudo feito pelo European Journal of Pain, o composto pode ajudar a aliviar os sintomas da artrite, como dor e inflamação.

Um estudo publicado no Journal of Dermatological Treatment mostra que os canabinoides contêm propriedades anti-envelhecimento, anti-coceira, anti-inflamatória e anti-câncer. Por causa disso, certas condições de pele também podem ser melhoradas com o uso de tratamento com CBD.

Além disso, um artigo publicado na Molecules (um periódico de química revisado por pares e de acesso aberto) discute um estudo que sugere o papel do CBD em ajudar a atividade neuroprotetora em várias doenças neurodegenerativas, como:

  • Mal de Parkinson
  • Doença de Alzheimer
  • Doença de Huntington
  • Esclerose múltipla (EM)
  • Esclerose lateral amiotrófica (ALS)

Os especialistas médicos também propuseram que o óleo CBD pode ajudar dependentes, diminuindo a área de ativação do cérebro que é responsável pelo vício. Um estudo publicado no American Journal of Psychiatry investigou os efeitos do CBD em pessoas com dependência de heroína. O resultado mostra que o CBD reduziu a ansiedade e as ânsias de participantes.

Conclusão

Os benefícios médicos do CBD foram amplamente relatados, começando com o caso de Charlotte Figi em 2013. Seu sucesso resultou em muitos pesquisadores se interessando pelo composto, além de levar à aprovação de um medicamento baseado em CBD para tratar formas raras de epilepsia. Posteriormente, muitas indústrias adotaram o CBD em seus produtos, como cosméticos, alimentos e bebidas e muitos outros.

Os estudos publicados em revistas científicas também mostram a promessa do CBD no que diz respeito ao tratamento de várias doenças, principalmente em doenças neurodegenerativas. A legalização do CBD, embora com certas restrições, também provou ser um grande benefício para a popularidade do canabinoide. Além disso, o afrouxamento da legislação do CBD tornou mais fácil para os pesquisadores continuarem a estudar o composto.

Apesar da evidência da eficácia do CBD, no entanto, os profissionais médicos permanecem cautelosos, pois muitos acham que mais estudos são necessários para observar os efeitos a longo prazo do canabinoide.

Confira outros conteúdos sobre os benefícios da cannabis publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese