6 maneiras em que a Cannabis pode melhorar a vida dos idosos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Cannabis tem se mostrado promissora no alívio da doença de Alzheimer, dor crônica, falta de apetite e outros problemas que afetam os idosos.

>>> O melhor guia para CBD e idosos com artrite

Quanto mais velhos ficamos, mais demandas e cuidados nosso corpo exige. Uma estimativa afirma que até o ano 2030, as estatísticas atuais sobre doenças da terceira idade serão duplicadas, resultando em 15 milhões de adultos que sofrerão de algum tipo de doença. Com isso em mente, a Cannabis melhora a vida dos idosos? Se sim, como?

>>> Como o CBD pode ajudar alguns idosos a se exercitarem

Um desenvolvimento positivo em tudo isso é que a Cannabis continua sendo uma recém-chegada ao campo da saúde, transformando-a em um poço de potencial inexplorado. Você pode esperar muitos estudos sobre a Cannabis e seus efeitos sobre os idosos no futuro. Aqui estão 6 maneiras pelas quais a Cannabis pode tornar as coisas mais fáceis para os idosos e seus familiares:

Cannabis melhora sua qualidade de vida

À medida que envelhecemos, nossos corpos começam a se deteriorar em todos os sentidos, causando alguma dor e desconforto. Idosos são mais propensos a experimentar inflamação, problemas de saúde mental e óssea e alta pressão. Felizmente, há evidências anedóticas e alguns estudos que dizem que a Cannabis é uma boa maneira de fornecer algum alívio.

É um composto natural

Sem mexer com produtos químicos que podem fazer mais mal do que bem (especialmente em um corpo em deterioração), a Cannabis depende de suas propriedades naturais, tratando os pacientes com delicadeza e cuidado. A planta é multidimensional e possui uma variedade de métodos de consumo, afetando as mais diversas doenças, e gerenciando seus sintomas de forma eficaz da maneira menos invasiva.

Não há necessidade de os idosos ficarem “altos”

Mesmo que a “alta” nunca tenha feito mal a ninguém, não há razão para que os idosos que usam maconha medicinal também precisem ficar chapados. Os especialistas começaram a desenvolver cepas eficazes de CBD medicinal que contêm pequenas quantidades de THC. Essas cepas concentram seus esforços no lado terapêutico da planta, produzindo pouco ou nenhum efeito psicoativo.

É mais seguro do que medicamentos controlados

As mortes relacionadas aos opioides são uma das crises mais sérias que os americanos enfrentam, e um plano bem regulado de Cannabis medicinal pode ajudar a diminuir isso. Embora se acredite que os opioides afetem os jovens, as estatísticas afirmam que mais de 2,8 milhões de idosos abusaram de medicamentos prescritos no ano passado. Os opioides representam uma ameaça para os idosos e aumentam suas chances de cair, o que é um dos principais motivos pelos quais eles acabam em casas de repouso. Uma dosagem constante e bem administrada de maconha pode reduzir drasticamente esses riscos.

Cannabis pode promover um senso de comunidade

A solidão é algo que afeta muito os idosos e que pode funcionar como porta de entrada para a depressão, doenças e até a morte. A Cannabis é considerada uma substância que melhora a mente, que pode ajudar os idosos a desenvolver sua criatividade, melhorar suas habilidades sociais e promover seu relaxamento.

Cannabis e saúde

Depois de suportar o estigma de muitos anos, os EUA estão cada vez mais perto de aceitar a Cannabis como medicamento oficial, com sorte tornando a droga disponível para programas de saúde, reduzindo custos e melhorando a vida de muitos.

Fonte: informações do site The French Toast

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese