Conheça os motivos mais comuns de as pessoas usarem CBD

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
O uso de CBD explodiu nos últimos anos, com um número crescente de produtos derivados do cânhamo aparecendo nas prateleiras de farmácias e lojas de conveniência (Foto: Reprodução/High Times/Shutterstock)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de High Times (Thomas Edward)

Estresse, ansiedade e qualidade do sono. Essas são algumas das razões mais comuns pelas quais as pessoas recorrem ao CBD, de acordo com um novo estudo publicado no mês passado.

O estudo, baseado em dados de pesquisa e publicado no Journal of Cannabis Research, mostrou que usuários de CBD fazem uso da substância para controlar a ansiedade, o estresse, o sono e outros sintomas, muitas vezes em doses baixas, e esses padrões variam de acordo com  características demográficas.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

Os autores observaram que “pesquisas adicionais são necessárias para entender como doses baixas e representativas do usuário em geral podem afetar os sintomas de saúde mental, como estresse, ansiedade e problemas de sono.”

“O CBD é usado para uma ampla gama de sintomas e melhora da saúde geral e do bem-estar”, escreveram eles. “A maioria da amostra pesquisada neste estudo descobriu que o CBD ajudou seus sintomas, e eles frequentemente usavam doses abaixo de 50 mg. Dos quatro sintomas mais comuns, três estavam relacionados à saúde mental. O estresse, a ansiedade e os problemas de sono constituem alguns dos maiores problemas de saúde da sociedade, mas carecemos de opções de tratamento adequadas. Mais pesquisas são necessárias para saber se o CBD pode ajudar de forma eficiente e segura a tratar esses sintomas.”

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

A pesquisa

Os autores disseram que a pesquisa sobre os efeitos do CBD de baixa dose em resultados como estresse, ansiedade e problemas de sono tem sido escassa. Então eles conduziram uma pesquisa online com usuários de CBD para entender melhor os padrões de uso, dose e efeitos autopercebidos do composto.

A amostra da pesquisa consistiu em 387 usuários atuais ou passados ​​de CBD que responderam a uma pesquisa online de 20 perguntas.

Sobretudo, cerca de 61% dos indivíduos eram mulheres e 72% tinham entre 25 e 54 anos. A grande maioria dos entrevistados – 77%- estava sediada no Reino Unido.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

A rápida disseminação do uso de CBD

O uso de CBD explodiu nos últimos anos, com um número crescente de produtos derivados do cânhamo aparecendo nas prateleiras de farmácias e lojas de conveniência. Conforme indicado pelos dados da pesquisa, muitos indivíduos encontraram resultados positivos com o CBD em sua busca pelo alívio da privação de sono e da ansiedade. 

Entretanto, para muitos que acham o THC um pouco demais, o CBD é amplamente visto como uma alternativa mais tranquila com menos efeitos indesejáveis ​. Na verdade, um estudo publicado no ano passado descobriu que não há evidências de que o CBD sozinho possa prejudicar a direção de um motorista.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Além disso, o CBD também é cada vez mais reconhecido como uma alternativa mais segura aos opioides. Como resultado, isso levou algumas organizações a reavaliar suas políticas de drogas. No mês passado, a NFL disse que estava trabalhando com seu sindicato de jogadores para descobrir como o THC e o CBD poderiam servir como uma alternativa eficaz aos analgésicos prescritos para seus jogadores. 

Confira outros conteúdos sobre os benefícios medicinais da cannabis publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese