“É imoral impedir alguém de se tratar” e “tóxico é a proibição”, diz Sidarta Ribeiro no Roda Viva

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O neurocientista Sidarta Ribeiro foi entrevistado na noite desta segunda-feira (06) no Roda Viva, da TV Cultura. Diretor da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, o foco do programa foram as dificuldades financeiras que a ciência está enfrentando no Brasil, além da perseguição ideológica e contra a pesquisa e as universidades no país.

Um dos maiores pesquisadores sobre a atividade cerebral durante o sonho, Sidarta também falou sobre o lançamento do seu livro “O Oráculo da Noite: a História e a Ciência do Sonho”.

Sidarta é membro honorário da Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis e pesquisa os efeitos medicinais das drogas psicotrópicas. O cientista defende a regulamentação de todos os entorpecentes e o fim da guerra às drogas.

Em referência ao governo federal, que é contrário ao plantio de maconha mesmo que para fins medicinais no Brasil, Sidarta Ribeiro argumentou que é “é absurdo e imoral impedir que uma pessoa se trate” com a planta.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese