Governador do Rio veta PL de cultivo de Cannabis para pesquisa científica

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Torres, da Khiron: "O futuro da Cannabis depende da formação dos médicos"

Valéria França

O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, 52, vetou integralmente o Projeto de Lei 174/2019, que dispõe sobre a política de prevenção da Saúde e o incentivo às pesquisas científicas com Cannabis medicinal. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (30), no Diário Oficial.

O autor do projeto é o deputado Carlos Minc (PSB-RJ), 68, conhecido por ser um recordista em aprovações de leis na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Apesar da proposta dele ter sido vetada pelo governador, na casa, ele havia conseguido a aprovação da maioria.

Minc é socialista libertário e defensor das minorias e do meio ambiente. Witzel pertence ao PSC (Partido Social Cristã). Trabalhou como servidor público, com passagem pela Marinha, Instituto de Previdência do Município do Rio, e pela Defensoria Pública. Este é o primeiro cargo político que exerce.

“Vamos derrubar este veto”, diz Minc. De acordo com o Diário Oficial, Witzel alega que este pedido só poderia ser feito pelo poder Executivo. Minc rebate: “A Alerj tem o poder de legislar sobre Saúde, Prevenção, Tecnologia e Pesquisa. Fomos muito cuidadosos neste sentido. O governo sempre alega isso. Witzel está no papel conservador dele.”

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese