Irlanda cria delivery permanente de Cannabis medicinal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
“O bem-estar dos pacientes e de suas famílias vem em primeiro lugar, e fico feliz em assegurar-lhes que não precisarão mais obter pessoalmente suas receitas”, afirmou o ministro da Saúde Stephen Donnelly (Foto: Lucian Petronel Potlog/Pexels)

Como o coronavírus começou a ter um impacto sério na rotina de todos no início deste ano, muitas pessoas ao redor do mundo começaram a sentir os efeitos negativos do bloqueio, distanciamento social e restrições a viagens. No entanto, para os pacientes de cannabis medicinal na Irlanda, havia uma fresta de esperança – um serviço de entrega temporária para eliminar a necessidade de viajar para o exterior para comprar seus medicamentos.

Antes da introdução deste serviço de entrega, os pacientes tinham que viajar para a Holanda para preencher suas prescrições. Embora a Holanda tenha um dos setores de Cannabis medicinal mais estabelecidos do mundo, o país proíbe a exportação comercial de produtos de cannabis.

>>> Participe do grupo do Sechat no WhatsApp e receba primeiro as notícias

No entanto, os pacientes de outros estados membros da União Europeia têm a liberdade de preencher suas prescrições dentro do país. Isso até que a pandemia de coronavírus introduziu a necessidade de sérias restrições a viagens tanto internacionais quanto nacionais.

Após o anúncio das restrições ao coronavírus, o governo irlandês introduziu um caminho temporário para permitir que os pacientes de cannabis medicinal acessem seus medicamentos durante o bloqueio. No entanto, devido ao sucesso e ao retorno positivo retumbante dos pacientes, o ministro da Saúde irlandês, Stephen Donnelly, anunciou que o esquema agora será permanente.

>>> Super Live Sechat terá perguntas e respostas sobre Cannabis medicinal com o Dr. Pedro Pierro

“O bem-estar dos pacientes e de suas famílias vem em primeiro lugar, e fico feliz em assegurar-lhes que não precisarão mais obter pessoalmente suas receitas”, afirmou em um comunicado à imprensa, o Ministro da Saúde Stephen Donnelly. “Muitos pacientes e suas famílias compartilharam histórias comigo e com funcionários do meu departamento sobre como essa iniciativa trouxe uma grande melhoria em suas vidas. Eles falaram sobre o estresse de ter que viajar regularmente e os riscos para a saúde associados a isso, bem como a preocupação de que seus medicamentos acabassem.”

Para receber uma receita médica de cannabis na República da Irlanda, os pacientes devem solicitar o Home Office com o endosso de um consultor especialista. No entanto, o Ministro da Saúde não desempenha um papel real no processo de decisão.

“Não haverá mais a necessidade de pacientes viajarem para o exterior a fim de coletar seus produtos de cannabis prescritos. Em vez disso, eles podem se concentrar em sua saúde e bem-estar”, disse o ministro.

>>> Educação e regulamentação para o mercado da Cannabis na União Europeia

O Departamento de Saúde vai agora iniciar planos para implementar o serviço de entrega como uma medida permanente com o objetivo de permitir um acesso mais fácil à cannabis medicinal.

Fonte: Emily Ledger/Canex

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese