Lutadores no UFC estão usando maconha

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Traduzido do site The GrowthOp

Uma pesquisa entre 170 lutadores de artes marciais mistas descobriu que quase metade dos entrevistados usa maconha para fins recreativos ou de recuperação e a esmagadora maioria – quase 80% – usa produtos de CBD. 

“Acho que isso parece bastante preciso”, disse Jeff Novitzky, vice-presidente sênior de saúde e desempenho do atleta no UFC, ao Athletic, que conduziu a pesquisa. 

Novitzky continuou dizendo que ele faz mais perguntas sobre maconha dos lutadores do que perguntas sobre qualquer outro tópico.

Vários lutadores foram sinceros sobre o uso terapêutico da planta, talvez mais notavelmente os irmãos Diaz, que vendem produtos CBD sob a marca Game Up Nutrition. 

Nate Diaz provocou controvérsia em 2016, quando tirou uma caneta vape CBD durante uma conferência de imprensa pós-luta. 

Mais recentemente, a lenda do MMA Frank Shamrock disse ao The GrowthOp que ele usava Cannabis diariamente ao longo de sua carreira de luta para recuperação e relaxamento. 

Mais perto de casa, o UFC anunciou uma parceria de pesquisa com a Aurora Cannabis Inc., com sede em Edmonton, em 2019.

A ideia é estudar o CBD e levar a linha de produtos de CBD da marca esportiva da Aurora. 

No início deste ano, o lutador de MMA de Toronto Elias Theodorou recebeu uma Isenção de Uso Terapêutico para maconha medicinal pela Comissão Atlética do BC.

A ação foi a primeira do esporte. 

Ainda assim, algumas comissões esportivas estaduais e conselhos reguladores que governam os esportes de combate continuaram a recuar contra a Cannabis.

Suspensão

Em maio, o peso médio do UFC Journey Newson foi retirado de uma vitória pelo Departamento de Licenciamento e Regulação do Texas.

O atleta recebeu uma suspensão de 30 dias por testar positivo para THC. 

O lutador de peso médio Kelvin Gastelum testou positivo para THC pela segunda vez em 2019.

Depois da suspensão de nove meses da Agência Antidopagem dos EUA, a suspensão foi reduzida para cinco meses.

Isso aconteceu após a conclusão de um programa de tratamento medicamentoso.

Em fevereiro, o lutador dos pesos pesados ​​Derrick Lewis levantou as sobrancelhas quando foi entrevistado no octógono após uma vitória. 

A luta foi muito importante, ele disse a Joe Rogan, e ” é por isso que 24/7, durante toda a semana eu estava fumando maconha”.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese