Mark Zuckerberg doa meio milhão de dólares para campanha de descriminalização das drogas

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Para a coordenação da campanha, as pessoas com dependência precisam de ajuda, não de punição, sendo necessária uma abordagem mais humana, justa e eficaz para o vício em drogas no Oregon (Foto: Divulgação)

Uma campanha que trabalhava para aprovar uma medida eleitoral para descriminalizar todas as drogas no Oregon, estado costeiro dos EUA, situado na região do Noroeste Pacífico, acaba de receber um impulso financeiro significativo de uma fundação dirigida por Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, e sua esposa. 

A contribuição de US $ 500.000 da Chan Zuckerberg Initiative Advocacy representa cerca de um terço de todo o financiamento levantado até agora em apoio à Medida 110, que descriminalizaria o porte de drogas enquanto usaria uma parte da receita tributária legal existente sobre a maconha para pagar por serviços de tratamento de uso indevido de substâncias.

>>> Plano Biden sobre a maconha é óbvio e ‘sem sentido’, diz congressista democrata

Os defensores dizem que a medida é parte de um esforço para reformular o tratamento do uso indevido de drogas tratando-o como uma questão de saúde, em vez de uma questão a ser tratada pelo sistema de justiça criminal. Se aprovado, o baixo porte seria considerado uma infração civil punível com multa máxima de $100 dólares e sem pena de prisão.

A nova contribuição em dinheiro de meio milhão de dólares feita na quinta-feira (1º), que foi relatada pela primeira vez pelo The Oregonian, torna os Zuckerberg os segundos maiores apoiadores da iniciativa, depois do braço político da Drug Policy Alliance, Drug Policy Action, que doou US$ 850.000. Na sexta-feira, a ACLU do Oregon doou US$ 100.000.

>>> STF adia de novo julgamento da descriminalização do posse de drogas

“Pessoas com dependência precisam de ajuda, não de punição, e estamos entusiasmados com tantos participantes que estão dando um passo à frente para ajudar a ganhar uma abordagem mais humana, justa e eficaz para o vício em drogas no Oregon”, disse o gerente da campanha da Yes on Measure 110, Peter Zuckerman, ao Marijuana Moment. “Agora é o nosso momento de parar de arruinar vidas e começar a salvá-las”, disse. 

A campanha recebeu mais de 400 doações individuais até agora, com um valor médio de doação de US $ 50 – e mais de 83% das contribuições foram feitas por habitantes do Oregon.

>>> Israel está mais perto de descriminalizar o uso pessoal de Cannabis

Houve 8.903 detenções por porte simples de drogas no estado no ano fiscal de 2018, de acordo com a Comissão de Justiça Criminal do Oregon – ou mais de uma a cada hora. A comissão projetou que a iniciativa de descriminalização reduziria as condenações por crimes e contravenções por porte de drogas em 91%, e que a redução seria “substancial para todos os grupos raciais, variando de 82,9% para os asiáticos do Oregon a aproximadamente 94% para os nativos americanos e negros do Oregon.”

Em agosto, a campanha More Treatment for a Better Oregon: Yes on 110 lançou seu primeiro anúncio incitando os habitantes do Oregon a apoiá-la.

>>> Por que 2021 promete ser o ano da legalização da Cannabis em estados do EUA?

A iniciativa também foi endossada por mais de 50 outras organizações, incluindo United Seniors of Oregon, Oregon Latino Health Coalition, Conselho Estadual do Oregon para Cidadãos Aposentados, NAACP de Eugene, Tribos Confederadas de Grand Ronde, Ministérios Ecumênicos de Oregon e Human Rights Watch.

Os eleitores do Oregon também verão uma iniciativa separada para legalizar a terapia com psilocibina em suas cédulas. Ambas as medidas de política de drogas foram endossadas pelo Partido Democrata do Oregon.

As vendas de cannabis no estado aumentaram significativamente durante a pandemia do coronavírus. Parte dessa receita extra financiaria os serviços de tratamento de dependentes se os eleitores aprovassem a medida de descriminalização das drogas.

Fonte: Marijuana Moment

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese