Mercado de cannabis: conheça 5 empresas que movimentam milhões

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Crystalweed/Unsplash)

Curadoria e edição Sechat, com informações de Yahoo Finanças

Com o avanço da regulamentação da Cannabis, seja para uso adulto e principalmente para uso medicinal, a indústria da maconha tem se tornado bastante promissora e chamado a atenção de investidores. De acordo com pesquisa da consultoria BDSA, em 2020, o mercado legal mundial da cannabis atingiu a marca de US$ 21,3 bilhões (R$ 120,3 bilhões), o equivalente a um crescimento de 48% em relação ao ano de 2019. 

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Ainda segundo a consultoria especializada em fornecer uma visão global do mercado de canabinóides, o faturamento previsto até 2026 é de US$ 55,9 bilhões (R$ 315,8 bilhões), com taxa média de crescimento de 17% ao ano.

Já no Brasil, o projeto de lei 399/2015 (marco regulatório da cannabis no país) está em tramitação e prevê o cultivo legal para fins medicinais, veterinários, industriais e científicos. Por aqui, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou até agora 5 produtos à base de cannabis para uso medicinal. Uma análise realizada pela Kaya Mind prevê movimentação de R$ 26,1 bilhões até 2025 com o avanço da regulamentação no país. Conforme aponta o estudo da empresa de inteligência de mercado de cannabis, só em impostos seria possível arrecadar R$ 8 bilhões além de gerar mais de 117 mil empregos.

Em países como o Canadá, pioneiro na legalização do uso medicinal em 2001 e em 2018 avançando ainda mais na regulamentação aprovando o uso adulto e recreativo da planta, empresas voltadas ao cultivo, distribuição e comercialização da erva geram milhões em receita. Acompanhando o país vizinho, os Estados Unidos também avançou significativamente com a liberação do uso da cannabis em alguns estados, valorizando a indústria local.

A seguir, conheça 5 empresas importantes desse mercado que movimenta milhões:

  • Canopy Growth

Originalmente nomeada de Tweed Marijuana Inc, a Canopy Growth surgiu em 2013 em Ontário, no Canadá e é hoje a maior empresa do mundo que produz e comercializa produtos da indústria da cannabis. Em 2019, a empresa canadense fechou acordo para a compra da americana de cultivo e distribuição de cannabis Acreage Holdings por US$ 3,4 milhões (R$ 19,2 milhões).

A empresa é bem estabelecida nas áreas da saúde, cultivo, bem-estar entre outros mercados. A receita da Canopy Growth é de US$ 477,3 milhões (R$ 2,7 bilhões).

  • Aurora Cannabis

Fundada em 2013 no Canadá, a Aurora Cannabis é uma das maiores da indústria do ramo no mundo, ficando atrás apenas da Canopy Growth. A empresa está presente em 25 países, distribuídos pela Europa, Oceania, Ásia e América Latina. Em 2018, a companhia comprou a rival também canadense CanniMed Therapeutics por US$ 852 milhões (aproximadamente R$ 4,8 bilhões na cotação atual) o que na ocasião foi considerado o maior acordo da indústria global de maconha em valor de mercado. Atualmente, a receita da Aurora Cannabis é de US$ 195 milhões (R$ 1,1 bilhão).

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

  • GW Pharmaceuticals

A GW Pharmaceuticals é uma organização britânica com sede nos EUA e é uma das três maiores empresas de cannabis do país. Ela é a responsável pelo produto medicinal muito utilizado em todo o mundo, o Epidiolex, medicamento à base de cannabis para epilepsia.

Após anunciar em 2020 a fusão bilionária com a Jazz Pharmaceutical, a GW registrou valorização de 46% nas ações negociadas na Nasdaq. A empresa recebeu US$ 7,2 bilhões (R$ 40,7 bilhões) na transação com a Jazz Pharmaceutical, que ficou responsável pela unidade de terapias derivadas da cannabis.

  • Cannamedical Pharma

A empresa alemã Cannamedical Pharma é uma das mais importantes de cannabis medicinal em toda a União Européia, distribuindo seu produto em cerca de 3 mil farmácias só na Alemanha.

Em 2020, a Cannamedical Pharma fechou uma rodada estratégica de investimento de US$ 13,5 milhões (R$ 76,3 milhões). Além disso, a startup atua no ramo de educação oferecendo cursos de capacitação e ações de conscientização em relação ao uso da cannabis medicinal.

  • Tilray

A Tilray foi pioneira em produzir medicamentos à base de cannabis para os Estados Unidos e de abrir ações no mercado da erva. A empresa canadense tem uma cadeia de produção de cannabis que vai do cultivo à produção e distribuição de remédios. Em 2020, firmou acordos com a Aphria, outra importante produtora e distribuidora canadense de maconha para uso medicinal. A fusão entre as duas empresas criou uma organização gigante com escritórios em Portugal, Alemanha, Canadá e Estados Unidos com valor de mercado de US$ 210 milhões (R$ 1,18 bilhão).

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Com informações da Forbes e Valor Investe.

Veja Também

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese