Os tipos de canabinoides e seus efeitos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Os efeitos do CBD são muito benéficos, como por exemplo para o relaxamento muscular, alívio do estresse, alívio da dor e inflamação e muito mais (Foto: Sharon McCutcheon/Pexels)

Muitos estudos anteriormente realizados indicam que a cannabis possui diferentes efeitos em diferentes variedades, tanto em sua psicoatividade quanto em suas propriedades benéficas e terapêuticas. A comunidade científica acredita que essa diferença se deve principalmente ao THC (tetraidrocanabinol), mas alguns estudiosos destacaram a importância de outros componentes da planta, incluindo terpenoides e outros canabinoides além do THC, como o CBD (canabidiol).

A investigação do doutor Ethan Russo, um neurologista que também é Conselheiro Médico Sênior (Chefe do Conselho Médico) da GW Pharmaceuticals, ex-presidente da Associação Internacional de Medicamentos Canabinoides (IACM) e atualmente preside a Sociedade de Pesquisa de Canabinoides.

>>> Conheça o CBG, o canabinoide que tem se mostrado um ótimo antibiótico

Essa pesquisa mostra que o THC não é o único componente da cannabis que determina os diferentes efeitos da planta, mas que os terpenoides e outros canabinoides como o CBD também desempenham um papel importante nesse sentido.

Cannabis e canabinoides: não existe só o THC 

Existem mais de 400 componentes diferentes na cannabis, dos quais cerca de 60 pertencem à família dos canabinoides, responsáveis ​​pelos efeitos da cannabis e seus moduladores. Esta flor produz canabinoides naturais a partir de tricomas glandulares, filamentos microscópicos que produzem resina pegajosa em grande quantidade e, portanto, tricomas indicam um alto teor de canabinoides.

>>> As oportunidades de negócios do canabinoide CBN

As cepas de cannabis têm diferentes quantidades de THC e CBD (junto com todos os outros canabinoides menos conhecidos), e pode ser uma proporção diferente entre os componentes que determina uma variação de dois efeitos em relação à planta.

Não há coincidência que o CBD seja capaz de modular a psicoatividade e as reações secundárias ao THC, além disso, os efeitos do CBD são muito benéficos, como por exemplo para o relaxamento muscular, alívio do estresse, alívio da dor e inflamação e muito mais.

>>> CBD pode ajudar no desempenho de atletas, mostra estudo

Mas, além deles, há outros canabinoides recentemente descobertos, como THCP e CBDP, que podem ser responsáveis ​​por variar os efeitos da cannabis de acordo com a cepa, como por exemplo no que diz respeito a dar uma confirmação eficaz a esta hipótese.

Outros canabinoides poderosos em estudo, mas menos conhecidos do que os já relatados, são os seguintes:

THCV (tetrahidrocanabivarina): presente em pequenas porcentagens nas variedades de cannabis nativas da África do Sul, este canabinoide é estudado no que diz respeito à sua possível aplicação ou tratamento da síndrome metabólica. Esta síndrome frequentemente precede ou desenvolve diabetes tipo II.

>>> Conheça os canabinoides mais abundantes na planta e no corpo humano

CBG (cannabigerol): estudado para o tratamento e prevenção do câncer de próstata.

CBDV (canabidivarina): junto com o CBD pode fornecer uma grande ajuda ou tratamento da epilepsia.

Em conclusão, o doutor Ethan Russo, graças à pesquisa sobre cannabis ao longo de muitos anos, explica que os efeitos da cannabis que podem variar de acordo com a cepa. Parece que essas variações se devem à capacidade dos canabinoides e terpenoides, contidos nos tricomas das flores do cânhamo, de modular os efeitos do THC.

>>> As diferenças entre os canabinoides CBD e CBN

Não só isso, mostra que esses componentes também têm suas próprias habilidades benéficas, que por sua vez aumentam os efeitos da cannabis legal e da cannabis com alto teor de THC. Os estudos sobre esta planta ainda estão em andamento, mas eles nos dão cada vez mais respostas às dúvidas sobre a reação do nosso corpo ao uso de cannabis.

Fonte: CBD Noticias

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese