Um número crescente de australianos apoia a legalização da Cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Traduzido do site The Cannabis Exchange

De acordo com uma pesquisa nacional publicada recentemente, uma proporção crescente de australianos apoia a legalização da Cannabis de uso adulto. A Pesquisa Nacional sobre Estratégias de Drogas do país para 2019 também revelou que quase dois terços dos australianos apoiariam a introdução do teste de pílula.

Opinião dos australianos sobre legalização

Os resultados da pesquisa de 2019 – realizada a cada três anos – foram publicados na quinta-feira. Revelou que, pela primeira vez na história da pesquisa, mais entrevistados apoiam a legalização da Cannabis (41%) do que se opõem a ela (37%). Notavelmente, o nível de apoio à legalização é quase o dobro do registrado em 2017 (21%).

Os resultados refletem uma tendência geral em direção a medidas mais liberais de controle de drogas no país. Em 2019, o Território da Capital Australiana aprovou uma legislação para legalizar a posse, o uso e o cultivo de quantidades limitadas de Cannabis. No entanto, a venda do medicamento continua proibida.

Uso de outras drogas ilícitas

A Pesquisa Nacional sobre Estratégias de Drogas da Austrália também avalia a opinião pública e os hábitos sobre o uso de drogas. Além de um aumento na proporção de australianos que usam Cannabis (10,4% a 11,6%), o uso de drogas ilícitas, em geral, parece estar em ascensão no país. A pesquisa revelou que o uso de cocaína (2,5% a 4,2%), ecstasy (2,2% a 3,0%) e cetamina (0,4% a 0,9%) também aumentaram em relação aos resultados de 2016.

Também foi revelado que quase dois terços dos entrevistados apoiam a introdução do teste de pílula. O teste de pílulas é uma medida de redução de danos que tem sido cada vez mais considerada pelos governos em todo o mundo. A Holanda e Portugal estão entre os países que já fornecem esse serviço.

Os entrevistados também foram questionados sobre a introdução de salas de injeção seguras pela primeira vez na história da pesquisa. Os resultados revelaram que mais pessoas apoiariam (47%) do que se oporiam (32%) à medida, que visa reduzir as overdoses de medicamentos.

Cigarros e Álcool

Por outro lado, o tabagismo e o uso de álcool parecem estar em declínio. A menor proporção de fumantes diários foi registrada na pesquisa de 2019 – até 11%, ante 12,2% em 2016. Acredita-se que isso se deva a uma combinação de mais pessoas que optam por usar cigarros eletrônicos e jovens australianos que não adotaram o hábito.

Houve também um aumento de pessoas que não bebem álcool – até 8,9%, ante 7,6% em 2016. A proporção de jovens de 14 a 17 anos que nunca tomaram uma bebida alcoólica também teve um aumento significativo.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese