Uso adulto de Cannabis durante a gravidez pode causar autismo em bebês, diz estudo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Depois de um extenso estudo, pesquisadores descobriram que o uso adulto de Cannabis durante a gravidez pode aumentar o risco de uma criança desenvolver autismo. 

Darine El-Chaar, autora do estudo e médica especialista em medicina materno-fetal e investigadora clínica do Ottawa Hospital Research Institute, no Canadá, disse que mulheres que usaram Cannabis durante a gravidez têm 1,5 vez mais probabilidade de ter um filho com autismo. 

“Estas descobertas não são tranquilizadoras. Desencorajamos fortemente o uso de Cannabis durante a gravidez e a amamentação”, disse ela.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, estudos anteriores relacionaram o uso de maconha durante a gravidez ao baixo peso ao nascer, impulsividade, hiperatividade, problemas de atenção e outros problemas cognitivos e comportamentais em crianças.

“Com base nisso, não estou surpresa com essas descobertas”, disse El-Chaâr. “O desenvolvimento do cérebro fetal ocorre em todas as idades gestacionais.”

O estudo foi publicado na revista Nature, e foi baseado em dados de todos os nascimentos em Ontário, Canadá, entre 2007 e 2012, período anterior à legalização da maconha em 2017 para fins recreativos. 

Os pesquisadores reduziram seu estudo de meio milhão de mulheres para 2.200. Essas 2.200 mulheres foram as que usaram maconha apenas durante a gravidez, sem misturá-la com tabaco, álcool ou opioides. No entanto, o estudo não se concentrou na quantidade e tipo de maconha que as mulheres usaram durante a gravidez, nem em quando durante a gravidez ou com que frequência as mulheres a usaram. 

Fonte: Com informações do site CaliforniaHerald

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese