Vida com qualidade

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
fernando-paternostro_colunista-sechat
Para além do potencial econômico, Paternostro destaca o uso da Cannabis para saúde mental - melhorando a qualidade de vida das pessoas através de medicina preventiva - e no esporte, melhorando de forma indireta a performance dos atletas (Foto: Arquivo pessoal)

Coluna de Fernando Paternostro*

Imagine-se em uma praia paradisíaca. Agora imagine que você está deitado na areia morna, ao lado da pessoa que ama, num ambiente de total tranquilidade e harmonia. Agora imagine também que você está com uma leve dor de garganta, daquelas que dói toda vez que você engole, sabe? Pois é, você já não vai conseguir aproveitar mais esse cenário utópico, não é mesmo? Isso porque, sem saúde, nós não temos nada. 

Esse é o ponto de vista que trago pra vocês hoje. 

A maneira como nossa sociedade foi construída não teve por objetivo criar indivíduos saudáveis, que buscam ter equilíbrio e melhorar sempre o seu interior e seu exterior. O objetivo sempre foi condicionar indivíduos para que hajam dentro de padrões previsíveis, onde o consumo desenfreado seja o norte e as doenças encaradas como commodities e oportunidades de gerar demanda. E nessa máxima da nossa matrix de verdade encontramos uma planta que traz, incrivelmente, alívio para uma infinidade de questões físicas e mentais desse indivíduo condicionado, alienado, enviesado. E como pode a Cannabis gerar tanta polêmica? 

É claro que não vou entrar numa aula de reparação histórica agora, isso vocês verão por outros canais muito em breve. O que quero trazer pra vocês é que essa inércia cultural que a Cannabis carregou (até então), acabou. Sim, acabou. A partir de agora vocês irão vivenciar, participar e por que não, co-criar essa vanguarda da Cannabis no Brasil junto conosco. E o melhor, de forma permitida, dentro da lei, e com o apoio de médicos, cientistas e profissionais de saúde. Nesse momento de transformação global que estamos vivendo, a Cannabis chega para trazer saúde para todos nós. 

É também uma oportunidade de mudar a maneira como vivemos nossa vida, onde o tratamento com cannabis não é milagroso, e não existe (até onde eu sei), nada desse tipo. A Cannabis cria uma janela de oportunidade para que o indivíduo possa mudar seus hábitos para um comportamento mais saudável. Um momento no tempo onde você pode criar uma melhora na sua alimentação, na sua prática de atividade física, seus hábitos diários e suas relações interpessoais. Isso é um tratamento efetivo com Cannabis. E isso começa na sua cabeça, lendo esse texto, e deixando que essas palavras criem uma ressonância com aquela voz lá no fundo que sabe que, num mundo tão adoecido como o nosso, o maior ativo que você tem é seu corpo e sua mente. 

Por isso fica o convite para que você compartilhe esse texto com aquela pessoa que ainda está vivendo no passado. E se você recebeu esse texto de uma pessoa próxima sua, escute com carinho essas palavras e saiba que, num mundo onde a Cannabis está presente de forma aberta e transparente, as pessoas também estão em constante transformação. E essa é a beleza do crescimento e do aprendizado: somente quando estamos abertos a infinitas possibilidades entendemos que o verdadeiro poder está na pergunta. E que viver na pergunta é deixar que o Universo traga todas as possibilidades diante de você, e que suas escolhas definam quem você é. 

A era da Cannabis chegou. 

*Fernando Paternostro é empresário, triatleta, criador do Atleta Cannabis, pai da Flora e da Bella e colunista do Sechat.

As opiniões veiculadas nesse artigo são pessoais e não correspondem, necessariamente, à posição do Sechat.

Veja as últimas colunas publicadas no Sechat: 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese