Governo australiano concede licença à empresa para importação de Cannabis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Empresa comemora a decisão do governo australiano, que oportunizará a comercialização de Cannabis medicinal confiável de alta qualidade (Foto: Divulgação)

A empresa privada de Cannabis medicinal LeafCann garantiu uma licença de importação do produto do governo australiano. A licença, que permitirá à LeafCann fornecer Cannabis medicinal de alta qualidade aos pacientes australianos, permite à empresa armazenar e distribuir uma variedade de medicamentos de cannabis sob prescrição.

>>> Ministro da Justiça “repudia” o projeto da Cannabis medicinal em campanha junto a deputados

Cannabis medicinal na Austrália

A filosofia da Leafcann é ‘paciente primeiro’ e sua equipe de gerenciamento trazem décadas de experiência combinada de trabalho em esquemas regulamentados de Cannabis medicinal. A promessa da LeafCann é fornecer a mais alta qualidade, produto consistente, a preços acessíveis, criando grande valor para os pacientes e dosagem confiável para médicos.A LeafCann espera ter produtos de cannabis medicinal disponíveis nos próximos seis meses.

>>> Conheça na íntegra o projeto de legalização da Cannabis medicinal e industrial no Brasil

Para a CEO da LeafCann, Elisabetta Faenza, a licença de importação é outra vitória para a empresa, oportunizando mais um passo para preencher o vazio no mercado atual, que precisa de Cannabis medicinal confiável de alta qualidade. “Nosso objetivo sempre foi fornecer aos pacientes australianos os melhores medicamentos disponíveis e a licença de importação nos ajuda a fazer isso”, disse. 

>>> Se plantio de Cannabis for aprovado, preço de medicamento no mercado deve ficar 50% mais barato

Medicamento de Cannabis de qualidade

Após o lançamento antecipado de sua linha de óleos essenciais em dezembro, LeafCann também distribuirá uma linha de Cannabis medicinal orgânica de alta qualidade, com certificação EU-GMP, na Austrália e na Nova Zelândia.

>>> Bolsonaro sobre o PL 399: “não haverá liberação de drogas, nem plantio”

Todos os produtos de cannabis medicinal vendidos na Austrália devem estar isentos ou abaixo do limite designado para contaminantes como pesticidas, fungicidas, herbicidas e outros produtos químicos perigosos. A LeafCann possui um processo de produção orgânico que garante que nenhum desses contaminantes esteja presente em nenhum dos produtos.

Fonte: Health Europa

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese