Mais da metade dos americanos apoia a descriminalização das drogas

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Ao todo, 83% dos entrevistados disseram acreditar que a Guerra às Drogas fracassou (Foto: RODNAE Productions/Pexels)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de The GrowthOp (Maria Loreto)

Significativamente, mais da metade (66%) das pessoas entrevistadas nos Estados Unidos acreditam que a guerra contra as drogas deve acabar. O mesmo número de americanos apoia a descriminalização de substâncias ilegais.

A American Civil Liberties Union (ACLU) e a Drug Policy Allegiance (DPA) divulgaram a votação antes do aniversário de 50 anos da presidência de Richard Nixon – que decretou a guerra às drogas nos EUA – declarando que as drogas eram o “inimigo público número 1”. Em suma, a polícia dos Estados Unidos teve um impacto na vida de milhares de pessoas, resultando em muitos encarceramentos, afetando desproporcionalmente negros, latinos e indígenas.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

De acordo com a pesquisa, 65% das pessoas pesquisadas concordaram que os EUA deveriam parar com a Guerra às Drogas, com 66% dos entrevistados relatando que acreditam na descriminalização total das drogas.

Sobretudo, os resultados da pesquisa mostram o quanto as coisas evoluíram desde os anos 1970. Além disso, a maioria dos participantes da pesquisa também observou que acha que as drogas devem ser um problema resolvido por profissionais de saúde e não por oficiais.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Ao todo, 83% dos entrevistados disseram acreditar que a Guerra às Drogas fracassou.

A ACLU vê as descobertas como uma mensagem clara para o presidente Joe Biden.

“Neste 50º aniversário da guerra às drogas, o presidente Biden deve cumprir suas promessas de campanha e tomar medidas para começar a desmontar o sistema de policiamento excessivo e encarceramento em massa que é endêmico da Guerra às Drogas”, conforme disse Udi Ofer, diretor da divisão de justiça da ACLU.

“Hoje, o porte de drogas continua sendo a prisão número um nos Estados Unidos, com mais de 1,35 milhão de detenções por ano. A cada 25 segundos, uma pessoa é presa por posse de drogas para uso pessoal. Os negros são desproporcionalmente visados ​​por esse policiamento excessivo”, continuou Ofer.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Nas próximas semanas, a ACLU e a DPA planejam lançar uma campanha na mídia pedindo ao presidente Biden que comece a tomar medidas assertivas. Eles pedem que o presidente reduza as sentenças de pessoas que estão atualmente em prisões federais por causa das drogas.

No passado, Biden disse que ninguém deveria ir para a prisão por casos de drogas de baixo nível. Além disso, seu governo afirmou que o reescalonamento da cannabis seria um bom primeiro passo para liberar os presos acusados ​​por condenações relacionadas à planta.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Confira outros conteúdos sobre a cannabis nos EUA publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese