Primeira frente parlamentar de cannabis medicinal é formada no Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Bruno revela que ainda são poucos os parlamentares que possuem conhecimento sobre a cannabis medicinal. (Foto: arquivo)

Por Bruno Pegoraro

O tema Cannabis Medicinal e Industrial vem despertando o interesse da sociedade civil numa velocidade interessante e mudando o cenário de forma positiva. Isso explica o avanço considerável da procura por entrevistas, audiências públicas e outros eventos relacionados pelos quais temos tido a oportunidade de participar. Coincidência ou não, setembro foi marcado por atos cívicos em prol da liberdade (embora com desdobramentos pouco positivos e produtivos).

Mas qual analogia podemos fazer entre liberdade e a situação da Cannabis hoje? Será que estamos nos aproximando do cenário ideal? Estamos caminhando a passos largos ou curtos rumo ao esperado momento em que teremos acesso a produtos de Cannabis?

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notíci(as

Bruno Pegoraro e Antonio Augusto Junho Anastasia, Senador pelo Partido Social Democrático (Foto: Arquivo)

Nessa nossa cruzada em apoiar uma frente parlamentar de Cannabis e Cânhamo no Congresso e na Alesp, pude perceber a falta de informação e conhecimento por parte de muitos parlamentares sobre a Cannabis, seu potencial no tratamento de doenças, na inovação e conhecimento científico, na sustentabilidade e nos avanços sociais e econômicos. Desinformação que gera preconceito e cria um ambiente retrógrado e difícil de transpor. 

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Afim de corrigir esta situação, capitaneado pelo Deputado Sérgio Victor, com o apoio do IPSEC e de mais 20 deputados estaduais, fundamos a primeira frente parlamentar em prol da Cannabis Medicinal e Cânhamo Industrial, tendo como pilares: facilitar acesso aos medicamentos e a produção do cânhamo industrial, combater o preconceito e desinformação e fomentar iniciativas inovadoras e disruptiva bem como incentivar projetos que se adequem ao mercado legal de Startups. A ideia é alavancar as discussões sobre o tema com ampla participação da sociedade civil. Afinal, só a educação é capaz de produzir liberdade.

Reunião com Dep. João Carlos Bacelar Batista do Podemos (Foto: Arquivo)

*Bruno Pegoraro é presidente do IPSEC (Instituto de Pesquisas Sociais e Econômicas da Cannabis), empresário e colunista no Sechat.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

As opiniões veiculadas nesse artigo são pessoais e de responsabilidade de seus autores.

Veja outros artigos de nossos colunistas do Sechat: 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese